Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Valdés’

Como esperado, Internazionale e Barcelona fizeram um grande duelo na tarde desta terça-feira no estádio Giuseppe Meazza, em Milão. O jogo foi válido pela partida de ida das semifinais da Champions League e os italianos venceram por 3 a 1, de virada.

Muito disputado e recheado de craques, o jogo foi movimentado desde o início. O Barcelona tinha bastante posse de bola e dominava o meio de campo. Não demorou muito para o primeiro gol sair. O brasileiro Maxwell fez boa jogada pela esquerda, bateu cruzado para a área e Pedro, de primeira, abriu o marcador, aos 19 minutos. Depois do gol, a Inter melhorou e a partir daí, deu um banho de aplicação tática no adversário.

Outro brasileiro, Thiago Motta, anulava as investidas de Messi. Com marcação forte, o argentino pouco produziu na primeira etapa. Bem postada, a equipe italiana equilibrou o confronto e através de uma jogada iniciada por Maicon, Diego Milito recebeu dentro da área, girou e deixou o holandês Sneijder livre para empatar a partida.

Na segunda etapa, o jogo continuou da mesma forma, com a Inter marcando forte e investindo nos contra-ataques. Logo aos três minutos, numa rápida descida, Milito viu Maicon entrar livre pelo meio da defesa e tocou para o brasileiro, que dominou e bateu na saída do goleiro Valdes. Em desvantagem, a equipe catalã foi para cima e obrigou Júlio César a fazer pelo menos três defesas importantes.

A Inter queria mais e conseguiu. Aos 16 minutos, Maicon recebeu a bola pela direita, cruzou para a área e Sneijder escorou para o meio, Milito, em impedimento, tocou de cabeça para o fundo da rede para marcar o terceiro gol da Inter. Com ampla desvantagem no placar, algo pouco provável para o atual time do Barcelona, a equipe foi com tudo para cima e continuou dando trabalho para o goleiro Júlio César. Seguro, o brasileiro garantiu o placar e a vantagem para o segundo confronto. O zagueiro Lúcio também salvou os italianos, ao tirar uma bola em cima da linha no final do jogo.

No dia em que Messi não teve o mesmo brilho de outros jogos, outro argentino se encarregou de fazer a diferença. Diego Milito foi o principal destaque da partida, fazendo o último gol e dando as assistências para os dois primeiros tentos. Cansado, o atacante foi substituído por Balotelli e deixou o gramado aplaudido.

Na próxima semana, no Camp Nou, em Barcelona, os catalães precisarão ganhar por 2 a 0 ou por três gols de diferença para conquistar a vaga na decisão europeia. A Inter fez muito bem a sua lição de casa e está próxima de chegar a uma final da Champions League depois de 38 anos, já que a última vez que disputou o título foi na temporada 1971/1972, quando perdeu a decisão para o Ajax por 2 a 0.

Read Full Post »

Iniesta

Emocionante e dramático. Essas são as melhores definições para o jogo de volta das semifinais da Champions League entre Chelsea e Barcelona, no Stamford Bridge, em Londres. Após o empate sem gols no Camp Nou, as duas equipes precisavam da vitória para chegar à final. O Chelsea saiu na frente e nos acréscimos do segundo tempo, Iniesta empatou o jogo e confirmou a vaga na decisão da competição européia.

O jogo começou muito disputado e logo aos oito minutos, os Blues apresentaram o cartão de visitas aos espanhóis. Lampard iniciou a jogada e a bola sobrou para Essien, que encheu o pé e fez um golaço. O Barcelona não se intimidou e continuou partindo para cima. Em um jogo franco, o Chelsea também chegava à meta de Valdés com perigo. Em uma dessas oportunidades, Drogba quase ampliou o placar. O marfinense bateu falta e Valdés fez boa defesa. O primeiro tempo acabou e o grande erro dos espanhóis foi a falta de pontaria nas chances criadas.

O Chelsea voltou para a segunda etapa procurando o segundo gol para complicar a vida do Barça. E chances não faltaram. Drogba e Malouda perderam boas oportunidades. Os espanhóis sentiam a pressão dos Blues e em uma das investidas dos ingleses, o lateral esquerdo Abidal fez falta em Anelka e foi expulso. As coisas se complicaram para o Barcelona que continuava disperso em campo, longe das brilhantes atuações no campeonato espanhol e na própria Champions League. 

O juiz norueguês Tom Henning informou o auxiliar que daria quatro minutos de acréscimo. O Barcelona parecia entregue enquanto a torcida do Chelsea cantava e vibrava com a vitória e a possível vaga na decisão. Mas os minutos de acréscimos reservavam algo para a equipe de Pep Guardiola.

Aos 47 minutos, após um bate-rebate dentro da área, a bola sobrou para Eto’o no lado esquerdo da grande área. O camaronês não conseguiu dominar, a bola espirrou e chegou aos pés de Messi, que ergueu a cabeça e encontrou Iniesta na entrada da área. Iniesta encheu o pé e colocou a bola no ângulo de Cech, calando o estádio e deixando a equipe de Guus Hiddink desnorteada.

Foi um grande jogo. O Chelsea perdeu a chance de chegar a segunda final de Champions League seguida e tentar dar o troco no rival Manchester United, que venceu a competição nos pênaltis na temporada passada. Com o empate, o Barcelona confirma presença na grande decisão e enfrentará os Diabos Vermelhos em busca do tricampeonato do maior campeonato de clubes do Mundo.

O jogo entre espanhóis e ingleses acontece no próximo dia 27, em Roma, na Itália. Certamente será mais uma final sensacional e não vejo favorito. Independente de quem seja o vencedor, a única certeza é que o título estará em boas mãos. No momento, Manchester e Barcelona são as melhores equipes do mundo e mereceram chegar à final.

Read Full Post »