Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Terry’

Com a primeira fase da Copa do Mundo concluída, restaram apenas 16 seleções em busca do título mais cobiçado do futebol mundial. Dessa forma, saiba quanto as federações pagarão de premiação para seus atletas em caso de conquista. Antes de qualquer coisa, é fácil afirmar que os atletas que se sagrarem campeões deste Mundial, voltarão para casa com o bolso cheio de dinheiro, cheio mesmo.

Por incrível que pareça, uma equipe coadjuvante já é campeã no quesito premiação. Os Estados Unidos, donos da maior economia mundial, disponibilizarão um prêmio de € 730 mil (R$1,6 milhão) para cada jogador em caso de título na África do Sul. Os norte-americanos já disputaram oito mundiais na história e, curiosamente, a melhor colocação foi obtida em 1930, ano de estreia do torneio, quando alcançaram o terceiro lugar. Mesmo não sendo cotada como uma das favoritas ao título, o time comandando pelo técnico Bob Bradley recebeu um generoso incentivo.   
 
A segunda colocada no ranking das premiações é a seleção que chegou mais confiante à África: a Espanha. Dos considerados ‘grandes do futebol mundial’, os espanhóis são os únicos que jamais conquistaram a Copa do Mundo. Depois de fracassar nas 12 oportunidades que teve, a ‘Fúria‘ confia muito em quebrar a escrita e se tornar campeã mundial neste ano. Caso isso aconteça, cada atleta receberá a quantia de  € 600 mil (R$1,3 milhão), oferecida pela entidade que rege o futebol no país. A Argentina, por sua vez, confia tanto na atual equipe comandada por Lionel Messi que, se conquistarem o tricampeonato em solo sul-africano, os companheiros do melhor jogador do mundo receberão € 520 mil (R$1,1 milhão) cada, valores esses que colocam os argentinos no terceiro lugar das premiações.
 
Quase cinco décadas depois de conquistar o primeiro e único Mundial, a Inglaterra figura na quarta posição do ranking. Forte economicamente, os ingleses prometeram € 450 mil (R$998 mil) para Terry, Lampard, Rooney e companhia levarem a taça de volta para a terra da rainha. O quinto colocado é o Brasil, maior vencedor de Copas do Mundo com cinco conquistas. Buscando o hexacampeonato, a CBF ofereceu € 448 mil (R$993 mil) para cada atleta do grupo, comprovando que dinheiro não é problema na entidade que comanda o futebol brasileiro. Com dez patrocinadores fixos, estima-se que a organização arrecade atualmente R$220 milhões por ano.
 
Na lista dos mais endinherados do futebol, ainda aparece outra seleção europeia postulante ao título: Alemanha. A sexta posição do ranking de premiações não significa que, caso seja tetracampeã do mundo, os atletas alemães não serão bem pagos. A entidade do país ofereceu € 250 mil (R$553 mil) para Lahm, Schweinsteiger, Podolski, Klose e todos os outros companheiros para buscar a taça na África do Sul.

Anúncios

Read Full Post »

Henry e Alex

O Barcelona chegou às semifinais da Champions League com a difícil missão de se sobressair entre três das principais equipes inglesas (Chelsea, Arsenal e Manchester United). O primeiro passo para conquistar o torneio de clubes mais importante do Mundo aconteceu hoje no Camp Nou, em Barcelona. O time da casa encarou o Chelsea e o placar não saiu do zero.


A partida de ida das semifinais colocou frente a frente dois gigantes. O Barcelona, além de liderar o Campeonato Espanhol a cinco rodadas do final, coleciona goleadas e shows de bola em suas apresentações na temporada. O Chelsea, que tem poucas chances de conquistar o Campeonato Inglês, aposta todas as suas fichas na Champions League e tenta apagar a dor da derrota nos pênaltis para o rival Manchester United, na final do ano passado.


Com esses ótimos ingredientes, era óbvio que seria um grande jogo. E foi. O Chelsea foi à Espanha cauteloso e preparado para se defender dos rápidos contra-ataques do assustador trio formado por Messi, Henry e Eto’o. E essa tática deu certo. Desde o começo da partida o Barcelona partiu para cima em busca do gol, mas os Blues estavam com seu quarteto defensivo (Ivanovic, Terry, Alex e Bosingwa) bem postado, o que aconteceu até o apito final. Mas quem quase abriu o placar foi o Chelsea. Drogba roubou a bola de Rafa Marquez na intermediária, avançou e bateu na saída de Vitor Valdés, que fez ótima defesa. O rebote sobrou para o marfinense que chutou novamente e o goleiro repetiu a defesa.


No segundo tempo as duas equipes continuaram mostrando um bom futebol e o Barça tentava fazer o gol de qualquer maneira. Mas do outro lado o sistema defensivo do Chelsea, implantado pelo treinador Guus Hiddink, funcionava perfeitamente e nos poucos vacilos, Cech fazia belas defesas. O jovem Bojan teve a melhor chance da etapa complementar no final do jogo e cabeceou a bola para fora. Dessa forma, a partida terminou 0X0 mesmo.


O resultado confirma que não há favoritos nesse duelo. Na próxima quarta-feira o Chelsea recebe o Barcelona no Stamford Bridge, na Inglaterra. Um novo empate por 0X0 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outro resultado igual, o Barcelona garantirá a vaga na final. Para os ingleses só a vitória interessa. A única certeza é que será novamente um grande jogo. É esperar para ver!

Read Full Post »