Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Santiago Bernabéu’

Por: Erik Rodrigues*

A grande Final da UEFA Champions League aconteceu no dia 22 de maio. Mais uma vez, foi uma festa belíssima e uma lição de marketing para os organizadores do futebol nacional e latino-americano.

Pra começar, durante a semana, mini-eventos com ex-jogadores aconteceram em Madri. Em um deles, simplesmente Zinedine Zidane esteve presente, ministrando aulas para crianças. Uma coisa simples que já atrai a atenção da mídia e do público para o local do jogo.

No dia da partida, o Santiago Bernabéu estava lotado, com 75.000 pessoas.  Uma cerimônia de abertura, com música típica e dançarinas espanholas, embelezou ainda mais o gramado. Outra coisa que me chamou a atenção foi a quantidade de produtos destinados à final, como cachecóis e camisas com a data da partida.

O que pretendo mostrar aqui é como o marketing esportivo pode ir além do patrocínio nas camisas dos times. Quando uma entidade pensa no benefício do evento e dos clubes, pode transformar um jogo importante em um evento altamente diferenciado.

A grande virada na UEFA Champions League aconteceu em 1992, quando o formato da competição mudou e a final passou a ser em jogo único. Com isso, cada ano uma cidade diferente sedia a partida, criando enorme expectativa nos clubes participantes. O famoso hino da Champions também surgiu neste ano e se tornou um símbolo do mais importante campeonato de clubes do mundo. Quem não se arrepia ao ouvir aquela ópera antes do jogo, hein?

É claro que este formato de final única não funcionaria na América Latina, até porque as torcidas não têm condições de se locomover do Brasil até o Equador, por exemplo. No entanto, ficam as lições de como é possível aproveitar um momento especial de um campeonato para torná-lo inesquecível para torcedores e amantes do futebol. E ainda lucrar um bom dinheiro com isso. Nesse caso, o jogo de futebol é apenas mais um atrativo.

* Erik Rodrigues é jornalista e são-paulino.

Anúncios

Read Full Post »

A espera por um título europeu foi longa. O fanático torcedor da Internazionale de Milão precisou esperar por 45 anos para comemorar novamente a conquista do tão cobiçado troféu da Champions League. Depois de muitas eliminações decepcionantes, o título veio de forma incontestável. Jogando no estádio Santiago Bernabéu, em Madrid, a equipe italiana venceu o Bayern de Munique por 2 a 0 com dois gols do argentino Diego Milito.

A equipe italiana, atual pentacampeã italiana e campeã da Copa da Itália, conquistou a tríplice coroa com uma campanha perfeita, deixando pelo caminho dois dos principais candidatos ao título: Chelsea e Barcelona. Na decisão, o brilho do futebol argentino e brasileiro foi evidenciado mais uma vez. Júlio César fez boas defesas no jogo, Maicon, Lúcio e Samuel pararam as investidas de Robben, Müller e Olic. E na frente, o atacante Diego Milito brilhou novamente. A grande equipe foi comandada pelo técnico José Mourinho, que conquistou seu bicampeonato na competição europeia, já que havia vencido o torneio em 2004 quando treinava o Porto. O treinador português deixará o comando da Internazionale e partirá para o desafio de treinar o galático Real Madrid na próxima temporada.

O título conquistado em gramado espanhol foi o terceiro da Internazionale na história da Champions League. Os outros aconteceram em 1964 e 1965, contra Real Madrid e Benfica, respectivamente. Mesmo causando uma grande comoção em boa parte da Itália, o elenco campeão pode ser considerado um time do mundo, já que o único italiano que participou da partida foi o zagueiro Marco Materazzi, entrando somente no final da segunda etapa no lugar do ovacionado Milito. Os ‘italianos’ da Internazionale mereceram a conquista e merecem os parabéns pela grande temporada realizada.

Abaixo, veja os gols que deram o título aos italianos:

Read Full Post »

A super quarta-feira no mundo do futebol não foi das melhores. De qualquer forma, confira abaixo uma pequena opinião sobre as principais partidas de ontem:

BARCELONA X INTERNAZIONALE (Champions League)
A vantagem obtida no primeiro confronto pela equipe italiana realmente foi importante no duelo. Na partida disputada ontem no Camp Nou, em Barcelona, o que se viu foi um jogo de ataque contra defesa. Uma defesa sólida comandada pelo gigante Lúcio e um ataque sem muitas alternativas liderado pelo argentino Messi. O jogo não foi tudo o que se esperava. A Inter, com razão, entrou em campo apenas para se defender, não se preocupou em tentar um contra-ataque uma mísera vez. Se tivesse tentado, com certeza teria vencido o jogo, pois até o goleiro Victor Valdés tentava atacar, jogando grande parte da partida no meio de campo. Um ataque teria sido fatal. O Barcelona tentou de todas as formas fazer os gols e, quando conseguiu, já era tarde. O gol de Pique, em impedimento, não foi o suficiente e a Inter mesmo jogando com um a menos em grande parte do jogo (Thiago Motta foi expulso), foi mais eficiente e mereceu a vaga. Agora disputará a final da Champions League contra o Bayern de Munique, no dia 22 de maio, no estádio Santiago Bernabéu, na Espanha.

UNIVERSITÁRIO X SÃO PAULO (Copa Libertadores)
O São Paulo encarou, possivelmente, o pior time dos 16 que estão nas oitavas-de-final da Libertadores de 2010. Nem a pressão da torcida que lotou o estádio Monumental de Lima, no Peru, ajudou os anfitriões. Era um jogo para o São Paulo obter uma boa vantagem para a partida de volta e conseguir melhorar seu futebol. Mas novamente o que se viu foi um time mal em campo, sem jogadas definidas e errando demais.  O resultado de 0 a 0 não foi ruim, mas graças a insistência do treinador Ricardo Gomes em escalar o volante Richarlyson na lateral esquerda, sendo que no elenco há três laterais de origem: Júnior César, Carleto e Diogo, o São Paulo quase se complicou e perdeu o jogo depois de Richarlyson ser expulso corretamente por ter dado um carrinho violento no adversário. Além disso o jogador se descontrolou e precisou ser contido pelos companheiros. Uma cena bizarra. O bom para o torcedor são paulino é que no jogo de volta, na próxima terça-feira, no Morumbi, Richarlyson estará suspenso e não poderá jogar. Um reforço para o time, é óbvio. O São Paulo deve passar com certa tranquilidade pelo Universitário e avançar às quartas-de-final, mas com o time não demonstrando melhoras, será difícil chegar longe nesta Libertadores.

FLAMENGO X CORINTHIANS (Copa Libertadores)
O jogo tinha todos os ingredientes para ser um dos melhores do primeiro semestre. Porém, a chuva torrencial que caiu no Rio de Janeiro, afetou o gramado do Maracanã e dificultou as coisas para os dois times. O primeiro tempo foi horroroso, a bola não rolava e nada de bom era feito. Na segunda etapa, São Pedro deu uma trégua e o gramado teve suas condições um pouco melhores. O Corinthians não se apresentou bem, novamente. A semana de treinamento de Ronaldo parece não ter surtido efeito algum, mesmo com um leve emagrecimento, o fenômeno está muito longe do ideal. Mesmo assim, o Corinthians perdeu algumas chances preciosas de abrir o placar e foi beneficiado quando o jogador Michael, do Flamengo, foi expulso de maneira correta. Eram 11 contra 10. Era a chance do Timão conseguir um bom resultado. Entretanto, quem se deu bem com a expulsão parece ter sido o Flamengo, que melhorou em campo e conseguiu marcar o gol, em pênalti sofrido por Juan e convertido por Adriano. A vantagem de 1 a 0 foi mínima, mas o importante foi o Mengão não ter tomado gols dentro de casa. Na partida da semana que vem, no Pacaembu, o Corinthians precisará vencer por dois gols de diferença para garantir a vaga nas quartas-de-final. É possível, mas o grupo de Mano Menezes precisa melhorar.

BANFIELD X INTERNACIONAL (Copa Libertadores)
Jogando em um estádio acanhado, o Internacional se complicou na Libertadores ao perder por 3 a 1 para o Banfield, atual campeão argentino. Na partida de volta, no Beira-Rio, quinta-feira que vem, o time brasileiro terá que vencer por dois gols de diferença. Mesmo mal organizado taticamente pelo treinador Jorge Fossati, o Inter merecia sorte maior, ao menos no quesito arbitragem. O árbitro do jogo deixou de marcar um pênalti para os gaúchos, validou um gol irregular para o Banfield e ainda expulsou o lateral esquerdo Kléber injustamente. O Colorado deve conseguir o resultado em casa, mas não será nada fácil.

ATLÉTICO-MG X SANTOS (Copa do Brasil)
O duelo dos ‘Meninos da Vila’ contra o técnico Vanderlei Luxemburgo era muito esperado. Quem se sairia melhor? O técnico ou os garotos? Na partida de ida, disputada ontem no Mineirão, o Galo levou a melhor e venceu por 3 a 2, com três gols do atacante Diego Tardelli. Robinho e Edu Dracena descontaram para o Peixe. Mesmo com a vitória, o resultado não foi maravilhoso para o Atlético-MG, principalmente por ter tomado dois gols em casa. Na Vila Belmiro, na semana que vem, uma vitória simples por 1 a 0 coloca o time do Dorival Júnior na semifinal da Copa do Brasil. É bem provável que o Santos siga adiante na competição.

Read Full Post »

O Barcelona segue firme sua trajetória em busca do bicampeonato da Liga dos Campeões da Europa. Depois de empatar na Alemanha por 1 a 1, o time catalão não tomou conhecimento do Stuttgart e venceu a partida de volta por 4 a 0, ontem no Camp Nou.

Com a vitória, a equipe de Pep Guardiola avançou às quartas-de-final e espera o sorteio para conhecer o próximo adversário. Além do time espanhol, os outros clubes que ainda brigam pelo título são: Bordeaux, CSKA, Internazionale, Manchester United, Lyon, Bayern Munique e Arsenal.

Lionel Messi continua sobrando em campo. O argentino fez dois belos gols na partida de ontem e, com isso, chegou a 31 tentos na temporada. Se continuar jogando dessa maneira, a torcida do Barcelona pode ficar tranquila e esperançosa quanto a conquista do bicampeonato da Liga dos Campeões, feito esse que não acontece desde as temporadas 88/89 e 89/90, quando o Milan sagrou-se bicampeão.

Com o afunilamento da competição, os favoritos são Barcelona, Manchester United e Internazionale. O título deve ficar entre esses três gigantes do futebol mundial. E, caso a equipe catalã chegue à final no dia 22 de maio, poderá ser campeã no estádio Santiago Bernabéu, casa do maior rival, o Real Madrid. Que coisa!

Veja os gols da partida:

Read Full Post »