Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Nacional-URU’

Quando a fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2010 terminou, muitos apontaram que o São Paulo teria o confronto mais fácil de todos os oito jogos do mata-mata. E os que pensaram dessa forma tinham razão. Afinal, o Universitário, do Peru, não fez nada de exuberante na competição. Nos seis jogos disputados no grupo 4, os peruanos somaram dez pontos, com duas vitórias e quatro empates. Mas quem assistiu ao menos um desses jogos, sabia perfeitamente que o Universitário é um time fraco.

Era o cenário ideal para o time paulista engrenar na Libertadores e até na temporada, já que o desempenho mostrado nos primeiros quatro meses de 2010 esteve muito aquém do esperado. Entretanto, o São Paulo começou a se complicar na partida de ida, quando empatou por 0 a 0 e teve diversas chances para vencer e sair classificado do Peru. De qualquer forma, a partida de volta poderia ser a hora da redenção, o momento certo para crescer num torneio como esse.

Pois bem. O Tricolor enfrentou o Universitário na noite desta terça-feira no Morumbi, com 44 mil torcedores, e o futebol apático continuou o mesmo. Ricardo Gomes surpreendeu e sacou Washington para colocar Fernandinho no ataque, apostando na velocidade e nos dribles do atacante.  Nada mudou. O São Paulo precisava do gol para se classificar, mas totalmente desorganizado dentro de campo, as jogadas de ataque em nada resultavam. Aliás, resultavam apenas na ira da torcida presente e dos outros tantos milhões que assistiam pela televisão.

A primeira chance real de gol saiu apenas aos 18 minutos do primeiro tempo, quando Hernanes cobrou escanteio e Rodrigo Souto, de cabeça, mandou a bola no travessão. A torcida impacientava-se pouco a pouco e parecia prever o sufoco que viria adiante. A falta de variação de jogadas levava o time brasileiro a fazer sempre a mesma coisa. Hernanes, no meio-campo, passava a bola para a direita, recebia de volta, passava para a esquerda, recebia de volta e nada. Esse time do São Paulo parece que não treina junto, não se conhece. Em campo não é demonstrada nenhuma jogada ensaiada, variações de esquemas táticos no andamento da partida e toques precisos. A bola parecia queimar no pé dos jogadores. Marlos, Fernandinho e Dagoberto tentavam resolver tudo sozinhos e nada conseguiam. Cicinho esteve perdido em campo, errando todos os passes, cruzamentos e desarmes, além de ser presa fácil para os atacantes adversários.

O jogo foi ficando perigoso e, mais uma vez, o Universitário dava mostras de ser um time realmente fraco. Defendia-se constantemente e raramente se aventura num contragolpe. Era um jogo de ataque contra defesa. A defesa se mostrava bem postada, nada mais que isso, enquanto ao ataque faltava criatividade, inspiração e até um pouco de garra.

No segundo tempo, Ricardo Gomes colocou Washington no lugar de Jorge Wagner, mudando o esquema para o 4-3-3. Um pouco melhor, aos sete minutos o Tricolor perdeu um gol feito através de Marlos que, na pequena área, conseguiu a proeza de desperdiçar a chance mais clara do jogo. A pressão se intensificou ainda mais, mas sem êxito algum.

O jogo se arrastou assim até o seu final. Um São Paulo burocrático e muito mal em campo, contra um Universitário pouco qualificado, mas aguerrido e cumpridor de seus objetivos, já que veio ao Morumbi para empatar e levar a decisão para os pênaltis. E, por incrível que pareça, eles conseguiram a façanha.

Nas penalidades, Rogério Ceni foi o herói. Começou assustando a perder o primeiro pênalti, mas prontamente se recuperou, defendeu duas cobranças e ainda viu outra ir para fora, enquanto Hernanes, Marcelinho Paraíba e Dagoberto converteram os pênaltis que levaram o São Paulo às quartas-de-final da Copa Libertadores.

Os mais otimistas dirão que a equipe ainda vai crescer e que, mesmo sem um futebol convincente, o Tricolor está entre os oito melhores da América. Porém, a realidade é outra. Se o São Paulo avançou de fase, muito disso deve-se ao desempenho do adversário, que nada produziu e jogou na retranca nas duas partidas.

Faltam empenho e qualidade tática para esse time. Falta comando e também dedicação por parte dos jogadores. O próximo adversário será conhecido amanhã no confronto entre Nacional-URU e Cruzeiro. Possivelmente os mineiros conquistaram a vaga e o confronto decisivo nas quartas-de-final será o mesmo do ano passado. Sem perspectivas de melhora, o enredo final pode ser o mesmo. Quiçá até pior do que em 2009. Com esse amontoado de jogadores sem padrão em campo, o reflexo pode ser a eliminação do torneio. Há algo muito errado neste São Paulo, mas se nem Ricardo Gomes sabe explicar, quem diremos nós…

CHIVAS PERDE, MAS SE CLASSIFICA
Outro time que conquistou vaga nas quartas-de-final da Copa Libertadores nesta terça-feira foi o Chivas Guadalajara. Depois de vencer por 3 a 0 o Vélez Sarsfield na partida de ida, os mexicanos foram até a Argentina e perderam por 2 a 0 para os rivais. Com o resultado, o Chivas aguarda a definição dos próximos jogos para saber quem será o adversário, que sairá do confronto entre Libertad e Once Caldas.

Read Full Post »

– Adriano Gabiru é um caso a parte na história do Internacional. Mesmo tendo feito o gol mais importante nos 100 anos colorados na final do Mundial de Clubes contra o Barcelona, em dezembro de 2006, o meia não era unanimidade entre a torcida e a diretoria do Inter. Após rodar em alguns clubes, Gabiru está de volta. E pasmem. O jogador é o principal reforço do Guarani para a disputa do Campeonato Brasileiro da série B, onde o Bugre já é líder com três vitórias em três jogos.

– O lateral esquerdo Leandro foi bem no Palmeiras no ano passado e mesmo assim, foi negociado com o Fluminense. Sem boas atuações nas Laranjeiras, o jogador está de clube novo. Depois de atuar entre 1999 e 2002 no Vitória, Leandro acertou seu retorno ao Barradão até o final do ano. O atleta foi apresentado nesta terça-feira e informou que ainda precisa de pelo menos quinze dias para ficar a disposição do técnico Paulo César Carpegiani.

– Depois da precoce eliminação na Taça Libertadores da América, o treinador Carlos Ischia foi demitido pela diretoria do Boca Juniors na tarde desta terça-feira. Em situação delicada, na 17ª posição no Campeonato Argentino, o provável substituto de Ischia no comando da equipe é o velho conhecido e vitorioso Carlos Bianchi.

– Por muito pouco o zagueiro Fabiano Eller não foi parar no São Paulo na semana passada. O atleta até deixou o treinamento a pedido do técnico Vagner Mancini para negociar com o Tricolor. Mas a negociação não evoluiu e Eller foi reintegrado ao elenco santista. A diretoria do Santos informou que está perto de renovar o contrato do jogador em mais um ano e meio. O zagueiro estará à disposição para o clássico contra o Corinthians, no próximo domingo, na Vila Belmiro.

– O Brasiliense anunciou a contratação do atacante Abuda para a sequência da do Campeonato Brasileiro da série B. Com 23 anos, Abuda foi revelado pelo Corinthians e mesmo jovem, já atuou por diversas equipes como Wolfsburg-ALE, Vasco, Paraná, Avaí e por último no Marília.

– Aos 34 anos e com uma maravilhosa história no Lyon, da França, o meia Juninho Pernambucano anunciou hoje o fim de um romance que rendeu sete títulos nacionais, três Supercopas da França e uma Copa da França ao clube. Eternizado pela torcida, Juninho deixa o Lyon como maior ídolo do clube e agora será disputado por diversas equipes. Com a notícia, clubes brasileiros como Vasco e São Paulo já demonstraram publicamente a intenção de repatriar o atleta. Nas próximas semanas o futuro de Juninho deverá ser conhecido por todos.

– O atacante Ronaldo foi julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva na tarde desta terça-feira, por ter puxado o cabelo do botafoguense Fahel, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no último dia 17. Mesmo sem ter sido expulso pelo árbitro, o STJD usou o recurso da televisão e suspendeu o Fenômeno por um jogo, enquadrando-o no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, por ato desleal. Ronaldo deverá cumprir a punição na próxima partida contra o Santos, no domingo. Como está lesionado, o atacante não jogaria mesmo e, portanto, não acarretará maiores danos ao técnico Mano Menezes.

– A torcida palmeirense está confiante em sua equipe. O Palestra Itália deve estar lotado na importante partida da próxima quinta-feira contra o Nacional-URU, pelas quartas-de-final da Taça Libertadores da América. A diretoria do Verdão anunciou que 20 mil ingressos já foram vendidos de forma antecipada e dessa forma, o torcedor que ainda não garantiu sua entrada deve correr.

Read Full Post »

Taça Libertadores da América

A Taça Libertadores da América 2009 entra em mais uma etapa decisiva, com os quatro jogos de ida das quartas-de-final nesta semana. Vamos a uma breve análise e algumas previsões dos confrontos:

Caracas X Grêmio – Olímpico de Caracas, quarta-feira (27/05), às 21h50
O Grêmio, por ter feito a melhor campanha da primeira fase, tem a vantagem de decidir a vaga no Estádio Olímpico, dia 17 de junho. O Tricolor Gaúcho confirmou o favoritismo nas oitavas-de-final e passou com certa tranquilidade, vencendo as duas partidas contra o peruano San Martín. O Caracas encarou o Deportivo Cuenca, perdeu na ida no Equador e depois se recuperou em casa, vencendo por 4X0. Acredito que o Grêmio avance para as semifinais, mas no confronto dessa semana, os comandados de Paulo Autuori não terão vida fácil na casa do adversário. A vaga deve ser decidida em Porto Alegre. Palpite: Grêmio

Cruzeiro X São Paulo – Mineirão, quarta-feira (27/05), às 21h50
É o único confronto que envolve duas equipes do mesmo país nesta fase do mata-mata. Muita história, rivalidade e tradição em campo. O São Paulo é o clube brasileiro que mais venceu a Libertadores, com três títulos (92, 93 e 05). O Cruzeiro não fica atrás. A equipe mineira é bicampeã (76 e 97) da competição e montou um bom time para esta edição da Libertadores. As duas equipes chegam às quartas-de-final em situações opostas. O Cruzeiro venceu os dois confrontos contra o Universidad do Chile, assegurou a vaga e é apontado como favorito ao título. O São Paulo chega para o confronto um pouco desacreditado e avançou sem entrar em campo, já que o Chivas Guadalajara foi excluído da competição. Cruzeiro e São Paulo nunca se enfrentaram pela Libertadores e com certeza farão dois jogos emocionantes, sem favoritismo. Palpite: São Paulo

Palmeiras X Nacional-URU – Palestra Itália, quinta-feira (28/05), às 22h
As duas equipes já se enfrentaram 11 vezes na história, com cinco vitórias para cada lado e um empate. Pela Libertadores, os uruguaios levam vantagem. Em quatro oportunidades, o Nacional venceu o Palmeiras em duas (ambas em 1971, no Pacaembu por 3X0 e no Centenário por 3X1), houve uma vitória alviverde em 1973 e um empate no mesmo ano. Os uruguaios passearam na primeira fase da Libertadores e terminaram no 3º lugar geral, tendo o ataque mais positivo com 12 gols. Porém, o Palmeiras pode ter vantagem no confronto, pois o Nacional avançou às quartas sem jogar, já que seu adversário nas oitavas-de-final, o San Luís-MEX, foi excluído da Libertadores pelo surto de gripe suína no México. Esse confronto é difícil de fazer algum prognóstico, já que além da tradição das duas equipes, estão em jogo quatro títulos da Libertadores, três do Nacional e um do Palmeiras. Palpite: Palmeiras

Defensor X Estudiantes – Luiz Franzini, quinta-feira (28/05), às 19h30
A equipe argentina, liderada pelo ídolo Verón, passou com facilidade sobre o Libertad nas oitavas-de-final. Venceu por 3X0 na Argentina e empatou em 0X0 no Paraguai. A equipe uruguaia chega às quartas-de-final em estado de êxtase. O Defensor conseguiu a façanha de eliminar o Boca Juniors dentro da Bombonera e além de contar com uma equipe jovem e de boa técnica, a confiança está nas alturas para o confronto contra uma equipe argentina de novo. O Defensor chega como franco atirador no meio de equipes que já conquistaram a Libertadores. O Estudiantes, tricampeão do torneio (68, 69 e 70), deposita todas as suas fichas no veterano Verón. Serão dois duelos equilibrados e vejo os uruguaios com mais chances. Palpite: Defensor

E você torcedor, quais são suas previsões? Opine!

Read Full Post »

Denis

Os goleiros foram decisivos na tarde deste domingo no Palestra Itália. Com 35 anos, Marcos não precisa provar nada para ninguém: ídolo do Palmeiras, campeão do mundo pelo Brasil e com uma carreira brilhante. Denis tem 22 anos, foi revelado pela Ponte Preta, disputou apenas a segunda partida com a camisa do São Paulo e é apontado como possível sucessor de Rogério Ceni. O que esses dois goleiros têm em comum? Ambos fizeram uma grande partida hoje, mostraram que a experiência e a juventude podem fazer a diferença no futebol e pelas mãos de Marcos e Denis, o clássico Palmeiras X São Paulo terminou empatado em 0X0.

Alviverdes e tricolores têm como objetivo no primeiro semestre a Taça Libertadores da América e ambos iniciarão as quartas-de-final nesta semana. O primeiro contra o Nacional-URU e o segundo contra o Cruzeiro. Por mais que a prioridade não seja o Campeonato Brasileiro nesse momento, ninguém gosta de perder em clássicos. Por esse motivo, Vanderlei Luxemburgo e Muricy Ramalho mandaram a campo os times titulares para buscarem a vitória e se prepararem para os confrontos decisivos da competição sul-americana.

O clássico foi empatado até mesmo nas oportunidades de cada equipe. Aos 8 minutos da primeira etapa o São Paulo quase abriu o placar. A bola foi levantada para a área e o zagueiro André Dias cabeceou forte, mas Marcos fez seu primeiro grande milagre na partida. Quatro minutos mais tarde, Mozart errou feio na saída de bola, Jorge Wagner roubou a bola e lançou para Dagoberto. O atacante obrigou Marcos a fazer outra importante defesa.

Com a pressão são paulina, o Palmeiras acordou e também quase abriu o placar em duas oportunidades. Primeiro foi a vez de Diego Souza, que arriscou de fora da área e Denis defendeu. Depois foi a vez do goleiro Tricolor fazer seu milagre também. Aos 31 minutos, Wendel cruzou da direita e Keirrison mandou de voleio para o gol. Denis espalmou fazendo uma ótima defesa. Mesmo com o São Paulo melhor na primeira etapa, o Palmeiras cresceu na segunda metade dos 45 minutos iniciais. O jogo foi para o intervalo e os treinadores saíram reclamando do árbitro Rodrigo Braghetto.

Com os ânimos mais calmos, o segundo tempo começou e o Palmeiras voltou com duas mudanças. Luxemburgo colocou o atacante Lenny no lugar do zagueiro Danilo e  Souza na vaga de Mozart, deixando sua equipe mais ofensiva. O primeiro lance interessante do segundo tempo foi o mais polêmico do jogo. Diego Souza driblou Miranda dentro da área e caiu pedindo pênalti. O juiz não marcou a penalidade e causou revolta nos jogadores alviverdes. O lance é discutível e com o recurso da TV, esse blogueiro marcaria o pênalti.

O jogo ficou morno e as equipes não se arriscavam muito. Aos 30 minutos a partida voltou a ter emoção. O zagueiro Maurício Ramos fez falta em Dagoberto e tomou seu segundo cartão amarelo, sendo expulso pelo árbitro. Depois, Dagoberto e Washington tiveram mais duas chances de dar a vitória ao São Paulo. Primeiro Dagoberto invadiu a área palmeirense e chutou forte, mas Marcos defendeu. Aos 46 minutos, W9 teve a melhor chance da partida e por muito pouco não saiu do seu jejum de gols que agora dura sete partidas. O atacante fez bonita jogada, cortou duas vezes o zagueiro Marcão e chutou para o gol, mas ‘São Marcos’ operou outro milagre. Ainda deu tempo de Diego Souza cabecear uma bola no chão e obrigar o jovem goleiro são paulino a fazer outra boa defesa.

O jogo foi muito bom e movimentado. O resultado igual foi justo pelo que as duas equipes produziram e principalmente pelas ótimas atuações de Marcos e Denis. Marcos continua salvando o Palmeiras e é cada vez mais idolatrado pela torcida alviverde. Denis que jogou sua primeira partida inteira como titular do São Paulo, atingiu as expectativas da torcida e de Muricy Ramalho, fazendo boas defesas e se mostrando seguro embaixo da trave. O jovem goleiro tem tudo para ser o sucessor do ídolo Rogério Ceni. Com o empate, o Palmeiras somou seu quarto ponto na competição e terminou a 3ª rodada na 11ª posição. O São Paulo ainda não venceu nesta edição do Campeonato Brasileiro, somou seu segundo ponto e está na 16ª posição. Agora, as duas equipes voltam todas as atenções para a Libertadores.

Read Full Post »

'São Marcos'

A Ilha do Retiro ferveu e empurrou o Sport para cima do Palmeiras na noite dessa terça-feira. E realmente o caldeirão da ‘Bombonilha’ pressionou a jovem equipe alviverde, que tomou o gol no final do segundo tempo e a disputa foi para os pênaltis. Como diz o ditado, realmente ‘santo de casa faz milagre’. E ‘São Marcos’ fechou o gol e colocou o Palmeiras nas quartas-de-final da Taça Libertadores da América para enfrentar o Nacional-URU.

Após vencer a primeira partida no Palestra Itália por 1X0 na semana passada, o Palmeiras foi à Ilha do Retiro, no Recife, podendo jogar pelo empate para conquistar a vaga. Para os pernambucanos só a vitória interessava. A torcida rubro-negra lotou o caldeirão e apoiou o time o jogo todo.

E a equipe de Nelsinho Baptista veio com tudo para cima do Palmeiras. Aos nove minutos, ‘São Marcos’ fez o primeiro de vários milagres no jogo. O veterano Paulo Baier cabeceou e a queima-roupa, o camisa 12 fez uma brilhante defesa. Talvez essa tenha sido a defesa que deu chances ao Palmeiras na partida. Com enorme volume de jogo nos primeiros minutos, um gol daria muita força ao Sport e pressionaria a equipe de Vanderlei Luxemburgo.

O Palmeiras saiu para o ataque e percebeu que a tática de apenas se defender não seria boa. Mas nas poucas investidas alviverdes, o goleiro Magrão se mostrava muito seguro e interceptava todas. Aos 31 minutos, o segundo milagre de Marcos. O volante Sandro Goiano deu um ótimo lançamento para Paulo Baier dentro da área. O veterano girou e emendou para o gol, mas o goleiro palmeirense defendeu com a perna.

O Sport foi pro tudo ou nada no segundo tempo. Lutou, pressionou e encurralou o Palmeiras. Quando a torcida rubro-negra pouco acreditava na vitória, um lance fez a Ilha explodir. Aos 37 minutos, o meia Luciano Henrique fez ótima jogada individual e chutou cruzado para o meio da área. O atacante Wilson teve apenas o trabalho de escorar para as redes. 1X0 no placar e os dois times exaustos após um jogo muito disputado. Mas o Sport ainda teve fôlego de buscar o segundo gol que daria a classificação direta. O jovem Ciro chutou muito forte de fora da área, ‘São Marcos’ desviou a bola, que caprichosamente bateu na trave e levou o jogo para a disputa de pênaltis.

Assim como nas históricas disputas de penalidades em 1999 e 2000, era a hora de ‘São Marcos’ aparecer novamente. Ele, que é declaradamente um grande torcedor palmeirense e um dos maiores ídolos da história do clube, sempre costuma aparecer quando mais precisa. E o camisa 12 foi mais uma vez decisivo. Dos quatro pênaltis cobrados pelos jogadores do Sport, ‘São Marcos’ defendeu três (Luciano Henrique, Fumagali e Dutra) e calou a Ilha do Retiro.

Foi um ótimo confronto, bem jogado e muito disputado. Os dois times tinham totais condições de continuar na briga pelo título. Como apenas um pode passar, os milagres divinos que só santos podem fazer, quiseram que a equipe de ‘São Marcos’ fosse a escolhida. Ao Sport, os parabéns pela maravilhosa campanha na Libertadores e a esperança de futuras chances na competição. O Palmeiras segue em busca do bicampeonato e agora enfrentará o Nacional-URU, nas próximas duas semanas. A primeira partida será no Palestra Itália e a segunda no Estádio Centenário, em Montevidéu.

Read Full Post »

– Enfim, a Conmebol anunciou sua posição sobre os jogos das oitavas-de-final da Libertadores-09 que envolviam os times mexicanos (Chivas e San Luís). Em comunicado oficial divulgado hoje, a confederação ‘aceitou’ a saída das equipes mexicanas e confirmou que São Paulo e Nacional-URU estão automaticamente classificados para as quartas-de-final. Dessa forma, o São Paulo aguarda o vencedor do duelo entre Cruzeiro X Universidad de Chile e o Nacional-URU espera por Sport ou Palmeiras. Realmente foi um grande papelão da Conmebol, que deixou o fato se prolongar por quase três semanas e só deu o seu veredicto após Chivas e San Luís saírem da competição.

– Cruzeiro e Flamengo, que se enfrentaram ontem pela primeira rodada do Brasileirão-09, anunciaram hoje uma possível troca de jogadores. O meia-atacante Zé Roberto iria para a Toca da Raposa e o atacante Wellington Paulista seria o novo reforço do rubro-negro. Entre Cruzeiro e Zé Roberto está tudo certo, mas W. Paulista demonstrou não ter interesse na troca e pode melar o negócio. Possivelmente amanhã teremos mais informações sobre o caso.

– O Atlético-PR, que foi eliminado pelo Corinthians da Copa do Brasil e estreou com derrota para o Vitória no Brasileirão-09, confirmou interesse na contratação do atacante Roni, do Santos. Roni ainda não se firmou com a camisa do Peixe e tem ficado no banco de reservas nas últimas partidas. Caso a transação se confirme, Roni atuará ao lado de Rafael Moura no restante da temporada. Por enquanto é só especulação.

– Após ter seu contrato rescindido com o Santos, o equatoriano Bolaños acertou sua transferência para o Internacional. Ainda não é oficial, mas o próprio atleta confirmou que jogará pelo Colorado e que pode se apresentar ainda nessa terça-feira no Beira-Rio.

– O goleiro Doni, da Roma e da seleção brasileira, realizou uma artroscopia no joelho direito na tarde dessa segunda-feira, na Bélgica, e deve desfalcar seu clube e a seleção nos próximos três meses. Com isso, Doni pode perder espaço na equipe do técnico Dunga e goleiros jovens como Bruno, do Flamengo e Victor, do Grêmio, estão de olho na vaga e na Copa do Mundo de 2010.

– O atacante Fred, do Fluminense, pode pegar até três jogos de suspensão na Copa do Brasil. O camisa 9 das Laranjeiras deu um tapa em Gomes, do Goiás, no jogo da última quinta-feira entre Fluminense e Goiás, válido pela partida de volta das oitavas-de-final da competição. Mesmo não sendo expulso de campo, Fred pode se complicar, pois o STJD solicitou as imagens da partida e denunciou o atleta. O julgamento será realizado na próxima sexta-feira (15), às 14h.

– O técnico da seleção argentina, Diego Maradona, inovou e convocou apenas atletas que atuam na Argentina para o amistoso contra o Panamá, no próximo dia 20 de maio. A grande surpresa da lista foi a convocação do veterano atacante Esteban “Bichi” Furtes, do Colón de Santa Fe. O fato interessante é que o jogador tem 36 anos e jamais vestiu a camisa argentina, nem mesmo em seleções de base.

– O Estádio das Laranjeiras, do Fluminense, completou 90 anos nessa segunda-feira. Para comemorar essas longas nove décadas, alguns torcedores do Tricolor Carioca estiveram no estádio, levaram bolo, cantaram parabéns e homenagearam o estádio com uma faixa com os dizeres “Aqui nasceu o futebol do Brasil”. Atualmente, o nome verdadeiro do Estádio das Laranjeiras é Manoel Schwartz, presidente do clube na conquista do Brasileirão de 1984.

– Expulso na final do Paulistão-09, o zagueiro Domingos, do Santos, foi suspenso em uma partida pelo TJD-SP e como a punição só vale para competições estaduais, o atleta cumprirá a pena na primeira rodada do Paulistão-10, caso ainda esteja no clube.

– O São Paulo passou por uma inter-temporada forçada nos últimos 17 dias e Muricy Ramalho intensificou os treinamentos visando o mata-mata da Libertadores e o Brasileirão-09. Porém, ontem no Maracanã contra o Fluminense, o Tricolor manteve a apatia dos últimos jogos, pouco produziu e o que se viu foram inúmeras improvisações que não renderam o esperado. Para isso, a diretoria são paulina continua buscando reforços. O meia Marlos, do Coritiba, está muito próximo de acertar sua transferência para o Morumbi e no final de semana, surgiu a hipótese de o São Paulo estar tentando repatriar o meia Ronaldinho Gaúcho, do Milan. Por enquanto é apenas especulação, mas será que o Tricolor terá o mesmo sucesso do Corinthians repatriando um grande astro em má fase? É esperar para ver.

Read Full Post »