Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Mustafá Contursi’

Andres Sanches é presidente do Corinthians desde outubro de 2007, quando substituiu Alberto Dualib, que comandou o clube por incríveis 14 anos e renunciou o cargo depois de inúmeros escândalos e problemas administrativos.  Em 2009, Andres foi reeleito por mais três anos e afirma categoricamente sempre que pode que não ficará nenhum dia a mais depois do término de seu mandato. Essa afirmação, é óbvio, tem tons políticos. Os rumores que o atual presidente corintiano é um dos mais indicados para assumir o comando da CBF crescem a todo instante. Uma das evidências é que Andres foi o escolhido para ser o chefe da delegação brasileira na Copa do Mundo de 2010.

O presidente alvinegro é muito contestado por aí. De fato, deve ser difícil uma pessoa apaixonada por um clube, estar no posto mais alto da agremiação e saber lidar com a razão muitas vezes em detrimento da emoção. Andres foi eleito presidente em uma situação extremamente complicada. Herdou uma gestão deficiente, com altas dívidas e logo que entrou o Corinthians foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. O presidente foi muito importante na reestruturação do clube, no retorno do Timão à elite do futebol nacional e também com inúmeros projetos de marketing bem sucedidos: como a rede de lojas Poderoso Timão e, principalmente, com a contratação do fenômeno Ronaldo.

Mas ainda há muita coisa errada no clube. Denúncias de favorecimento de empresários e ganhos altos de porcentagens na venda de jogadores, entre outras. Depois da eliminação na Copa Libertadores da América no ano do centenário, muita coisa deve mudar no Corinthians. Ou pelo menos devia. Abaixo você saberá porque é muito provável que nada mude.

Em meio a aspectos positivos e negativos, Andres estará ausente do Corinthians durante a Copa do Mundo. Ele exercerá um cargo simbólico na África do Sul, algo meramente político. Chefe de delegação não manda nada, falando o português claro. Não faz a seleção perder e nem ganhar. Esta lá apenas para fazer número. Tantos outros cartolas já ocuparam o ‘cargo’ que Andres ocupará no mundial. Paulo Machado de Carvalho, João Havelange, Mustafá Contursi, Fábio Koff, Marco Polo Del Nero, entre outros. E nenhum deles interferiu diretamente no sucesso ou no fracasso.

O que chama atenção no caso de Andres Sanches foi uma entrevista que ele concedeu a jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, publicada nesta segunda-feira (24/05). Entre assuntos variados, Andres deixou claro sua filosofia de trabalho no clube, praticamente confirmou que os dias de Ricardo Teixeira no comando da CBF estão contados e, pasmem, evidenciou qual é a melhor formula para lucrar no futebol. Para ler a esclarecedora entrevista de Andres Sanches na íntegra, clique aqui: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq2405201006.htm

A colunista do jornal questionou Andres Sanches sobre uma frase que ele próprio disse no passado: “É só não roubar muito”. A resposta do presidente corintiano não poderia ser mais emblemática: “O termo não é esse, vamos dizer assim, publicamente. Mas é ter um limite na vida”. Limite? Qual limite? Então quer dizer que não pode roubar muito na administração de um clube, mas se tiver o tal limite, não há problema? Essa frase vai de encontro com todas as ações de Andres no comando do Corinthians. Afeta os apaixonados torcedores que chegam a pagar até R$600 por ingresso em jogos do clube. O comentário imbecil do mandatário alvinegro afere toda a nação alvinegra, em todos os aspectos.

Num outro momento da entrevista, Andres afirma que ninguém é santo, tecendo o chulo comentário: “Não quero dizer que não sou santo porque posso roubar. Estou dizendo num geral de sociedade como um todo”. Para complementar, enfatiza o que todos nós sabemos: “Já teve muito mais (roubo no futebol). O futebol era uma caixa preta e hoje ela já não é mais preta, é cinza. Tá branqueando”. Inacreditável a normalidade com que Andres trata assuntos que envolvem milhões de pessoas, que são lesadas, enganadas e prejudicadas em troca do enriquecimento do dirigente.

Outro trecho bastante polêmico é sobre o atacante Ronaldo. Quando questionado se o fenômeno está gordo, Andres não hesita e solta a seguinte pérola: “Se ele estivesse 100%, bonitão, 70 kg, blá-blá-blá, você acha que ele tava aqui no Corinthians? E no Brasil? Ele tava na Europa!”. Um absurdo tratar um assunto tão importante como esse com tanta falta de comprometimento. É óbvio que Ronaldo está há muito tempo fora do peso ideal e cada dia mais parece não ter condições de jogar futebol. Mas se a carreira do jogador está próximo do final, é interessante contar com um jogador como ele? Para Andres sim, afinal: “Você tem que se contentar com aquilo que pode dar e receber. Eu tô contente com o que ele tá dando…”. O futebol do Corinthians é completamente prejudicado pela falta de preparo físico de Ronaldo, que mesmo sem ter condições para disputar uma pelada, é titular absoluto do time. Mas o presidente corintiano não está nem aí para isso, afinal, os contratos de marketing e patrocínios das camisas lhe rendem algo jamais imaginado no futebol brasileiro. Mais uma vez, o elenco é deixado de lado.

As baboseiras proferidas por Andres Sanches não param por aí. Quem quiser ler e se irritar ainda mais, deve clicar no link exposto acima. É inadmissível que o presidente de um dos clubes mais tradicionais do mundo pense e aja dessa maneira. Lamentável, para não dizer outra coisa. ‘Todas’ as coisas boas realizadas, vão por água abaixo num piscar de olhos, depois de duas ou três frases ditas por ele. Esse será o comandante chefe da nossa delegação na África do Sul. Torçamos para que ele não influencie em nada mesmo, porque senão…

E você torcedor corintiano, o que pensa sobre essas declarações? Quem não torce pelo Corinthians, sabe bem que a grande maioria dos dirigentes pensa da mesma forma que Andres Sanches. Qual é a sua opinião sobre isso? Externe seus sentimentos sobre essa pouca vergonha!

Anúncios

Read Full Post »