Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘MP’

Ônibus queimado no Pacaembu na última quarta-feira

O noticiário esportivo ganhou mais uma vez as páginas policias. O esporte mais praticado do mundo continua sendo uma ‘desculpa’ para violência, vandalismo, guerras entre torcidas e pseudo-torcedores que pouco ligam para o futebol, mas tentam pouco a pouco estragar e entristecer a grande paixão dos brasileiros.

Qual o motivo para tudo isso? Imbecilidade humana, pessoas que nada têm a perder na vida, que saem de suas casas com o intuito de instalar o pânico pela cidade. Saem armados até os dentes, com facas, madeiras, barras de ferro, pedras, armas e tudo que normalmente encontraríamos em cenários de guerra. Afinal, vivemos em meio a uma guerra urbana, que, assim como todas as guerras, não têm motivos plausíveis para acontecer.

Após o jogo entre Corinthians e Vasco pelas semifinais da Copa do Brasil, mais uma vez o que era para ser uma festa, se tornou tragédia. Corintianos e vascaínos se digladiaram antes mesmo do jogo começar na Marginal Tietê e continuaram com a guerra urbana após o apito final. O problema foi o resultado do jogo ou quem se classificou? Claro que não. O problema é social e há pelo menos 15 anos se tornou comum nas grandes capitais brasileiras, mas especificamente em São Paulo. Todo jogo é a mesma história. Não precisa ser clássico ou final de campeonato. Dessa vez a guerra urbana contou com aproximadamente 120 furiosos ‘machões’ que, em meio ao trânsito caótico da capital, arrumaram um espaço e instalaram o horror na vida das pessoas de bem. O saldo disso foi mais um ‘torcedor’ covardemente espancado até a morte, 27 presos e um ônibus queimado.

Aos que vivem mais distantes do mundo do futebol, isso é um problema que poderia ser facilmente resolvido pela Polícia Militar e pelo Ministério Público. Mas não é tão fácil como parece. A PM e o MP já tentaram todas as táticas possíveis para evitar esses confrontos. Nenhuma delas surtiu efeito. Quando estipularam que torcidas organizadas não poderiam entrar no estádio com faixas, baterias, bandeirões e roupas alusivas as facções, nada mudou. Já fecharam sedes das torcidas, prenderam dirigentes, diminuíram carga de ingressos dos visitantes e, do mesmo modo, nada mudou. O que mais precisa ser feito? Sinceramente, não sei. Mas imagino que mesmo se resolverem cancelar os campeonatos e serem radicais ao ponto de acabarem com o futebol, as brigas continuariam a acontecer, pois o motivo não é o futebol. O futebol é a desculpa.

Essa luta da justiça contra a impunidade ganhará mais um capítulo nos próximos dias. O jornalista esportivo Cosme Rímoli entrevistou em seu blog o promotor público Paulo Castilho (leia a entrevista). Ele afirmou com todas as palavras que essa violência entre ‘torcidas organizadas’ vai acabar por bem ou por mal. A nova aposta é que apenas a torcida do time mandante acompanhe os jogos no estádio. Não haverá cota para visitantes de nenhuma espécie. Esse será o meio para acabar com essa barbárie que vivenciamos no futebol? Acho pouco provável. Nada mudará, pois os pseudo-torcedores marcam encontros pela Internet e se encontram em qualquer lugar para se digladiar. Isso não é culpa dessa ou daquela torcida. Em todas as torcidas acontecem isso. Assim como em todos os setores da sociedade, nas torcidas organizadas existem gentes do bem e que realmente gostam do futebol. Mas, infelizmente, existem tantos outros que ‘lutam’ por seus times, sem conhecer a história do clube e pouco sabendo sobre futebol. Triste, muito triste vivermos dessa forma.

Qual é a sua opinião? A sugestão de torcida única nos estádios resolverá essa guerra urbana? Pense, reflita e opine!

Read Full Post »