Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Milovan Rajevac’

Antigamente, a profissão de técnico de futebol não era nada valorizada. Enquanto uma pequena parte dos jogadores ganhava bons salários, os treinadores eram personagens secundários em suas equipes ou seleções. Dos anos 90 para cá, muita coisa mudou. Além dos já conhecidos salários exorbitantes recebidos pelos jogadores, os técnicos também passaram a ser mais valorizados. O salário aumentou, a procura pelo cargo também, além da responsabilidade, obviamente.

Enquanto uns gostam de ser tratados como ‘manager’, casos esses de Vanderlei Luxemburgo e José Mourinho, outros preferem a alcunha de operários, como o atual treinador do Fluminense, Muricy Ramalho. Independente da qualidade de cada um, os treinadores sofrem. Quando ganham um título no comando de determinada equipe, são ofuscados pelos jogadores decisivos. Se perderem um jogo ou uma competição, logo têm sua qualidade colocada à prova, são chamados de ‘burro’ e, muitas vezes, perdem seus empregos por fracassos de seus comandados no gramado.

Na Copa do Mundo, a história é a mesma. Eles são contestados antes mesmo de o torneio começar. Primeiro por não levar esse ou aquele jogador. Depois, se não conseguirem os resultados esperados pelos dirigentes, patrocinadores e, principalmente, pela torcida, também são crucificados. A pressão sobre o pobre homem que fica se esgoelando na lateral do campo é absurda. Não basta ser um bom entendedor de futebol para ser técnico, é preciso suportar pressão de todos os lados. Jogadores que não toleram a reserva, outros que não conseguem desenvolver o mesmo papel sempre, além é claro da cornetagem da imprensa e da torcida.

Um número que evidencia bem essa afirmação vem da própria Copa do Mundo. Enquanto Uruguai, Holanda, Alemanha e Espanha ainda correm atrás do título, das outras 28 seleções que já foram eliminadas do torneio: 13 técnicos já foram demitidos, oito têm situação indefinida e, apenas sete devem continuar no cargo (veja abaixo a lista com a situação de cada treinador/seleção). Assim sendo, realmente é possível afirmar que ser técnico de futebol não é uma tarefa das fáceis, mesmo ganhando fortunas em alguns casos.

E você leitor, o que pensa sobre o assunto? Aliás, vale a pena ganhar tanto dinheiro e não ser reconhecido quase nunca? Opine!

TREINADORES DEMITIDOS
– Carlos Alberto Parreira (África do Sul)
– Javier Aguirre (México)
– Raymond Domenech (França)
– Huh Jung-Moo (Coreia do Sul)
– Otto Rehhagel (Grécia)
– Rabah Saadane (Argélia)
– Pim Verbeek (Austrália)
– Takeshi Okada (Japão)
– Paul Le Guen (Camarões)
– Marcello Lippi (Itália)
– Gerardo Martino (Paraguai)
– Dunga (Brasil)
– Sven-Göran Eriksson (Costa do Marfim)

TREINADORES COM SITUAÇÃO INDEFINIDA
– Lars Lagerbäck (Nigéria)
– Diego Maradona (Argentina)
– Bob Bradley (Estados Unidos)
– Milovan Rajevac (Gana)
– Ricki Herbert (Nova Zelândia)
– VladimíRr Weiss (Eslováquia)
– Marcelo Bielsa (Chile)
– Reinaldo Rueda (Honduras)

TREINADORES QUE CONTINUARÃO NO CARGO
– Fabio Capello (Inglaterra)
– Matjaz Kek (Eslovênia)
– Radomir Antic (Sérvia)
– Morten Olsen (Dinamarca)
– Kim Jong Hun (Coreia do Norte)
– Carlos Queiroz (Portugal)
– Ottmar Hitzfeld (Suíça)

Anúncios

Read Full Post »

PAÍS: Alemanha
NOME DA CONFEDERAÇÃO: Deutscher Fussball-Bund
ANO DE FUNDAÇÃO: 1900
APELIDO: Die Nationalelf
PARTICIPAÇÕES EM COPAS DO MUNDO:
16 (1934, 1938, 1954, 1958, 1962, 1966, 1970, 1974, 1978, 1982, 1986, 1990, 1994, 1998, 2002 e 2006)
RESULTADOS: Os alemães são tricampeões mundiais (1954, 1974 e 1990). Além disso, ficaram com o vice-campeonato em outras quatro oportunidades (1966, 1982, 1986 e 2002).
COMO SE CLASSIFICOU PARA 2010: A vaga no mundial de 2010 foi facilmente conquistada, já que a Alemanha liderou de ponta a ponta o grupo 4 das eliminatórias europeias.
DESTAQUE DO TIME: Michael Ballack (meia do Chelsea, da Inglaterra)
TREINADOR ATUAL: Joachim Löw (Alemanha)
PERSPECTIVAS PARA O MUNDIAL:

– Uma seleção que disputou sete finais de Copa do Mundo jamais deve ser preterida. A Alemanha não tem atualmente a mesma força de outros tempos,  mas através de alguns jogadores acima da média se torna obviamente forte candidata no mundial. Regido pelo experiente Ballack e sustentado pela categoria de Lucas Podolski, Bastian Schweinsteinger, Philipp Lahm e, principalmente, do artilheiro Miroslav Klose, a equipe europeia deve passar facilmente na primeira colocação de seu grupo e assim seguir adiante em busca do quarto título em Copas do Mundo.

−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−

PAÍS: Sérvia
NOME DA CONFEDERAÇÃO: Fudbalski Savez Srbije
ANO DE FUNDAÇÃO: 2006
APELIDO: Beli Orlovi
PARTICIPAÇÕES EM COPAS DO MUNDO: 10 (1930, 1950, 1954, 1958, 1962, 1974, 1982 e 1990 como Iugoslávia. 1998 e 2006 como Sérvia e Montenegro)
RESULTADOS: A Sérvia disputará sua primeira Copa do Mundo como uma nação independente. Mas o histórico herdado da Iugoslávia é considerável, já que em 1930 e 1962 os iugoslavos chegaram às semifinais, além de terem disputado as quartas-de-final em três oportunidades (1954, 1958 e 1990).
COMO SE CLASSIFICOU PARA 2010: A classificação para o mundial da África do Sul foi tranquila e, mesmo num grupo difícil, formado por França, Áustria e Romênia, os sérvios garantiram a vaga.
DESTAQUE DO TIME: Nemanja Vidic (zagueiro do Manchester United, da Inglaterra)
TREINADOR ATUAL: Radomir Antic (Sérvia)
PERSPECTIVAS PARA O MUNDIAL:

– A Sérvia tem um bom time e terá como principal concorrente na primeira fase a Seleção Ganesa. A expectativa para fazer um bom papel na África do Sul é grande, afinal, será a primeira vez que os sérvios jogaram um mundial como país independente. E a esperança vem de trás. Com uma zaga boa e um meio-de-campo comandado pelo experiente Dejan Stankovic, os sérvios têm tudo para avançar às oitavas-de-final e até aspirar algo a mais.

−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−

PAÍS: Austrália
NOME DA CONFEDERAÇÃO: Football Federation Australia Ltd
ANO DE FUNDAÇÃO: 1961
APELIDO: Socceroos
PARTICIPAÇÕES EM COPAS DO MUNDO: 2 (1974 e 2006)
RESULTADOS: No primeiro mundial disputado a Austrália nada fez e terminou a competição sem fazer nenhum gol. Já em 2006, os australianos melhoraram o desempenho e conseguiram se classificar na segunda posição, atrás do Brasil. Porém, nas oitavas-de-final a equipe foi eliminada pela Itália.
COMO SE CLASSIFICOU PARA 2010: Mesmo estando geograficamente na Oceania, os australianos disputam as eliminatórias da Ásia. E não fizeram feio no continente vizinho, já que foram uma das primeiras seleções a garantir vaga no mundial de 2010.
DESTAQUE DO TIME: Tim Cahill (meia do Everton, da Inglaterra)
TREINADOR ATUAL: Pim Verbeek (Holanda)
PERSPECTIVAS PARA O MUNDIAL:

– O futebol australiano ainda está em desenvolvimento e a falta de um grande craque é o principal ponto fraco da equipe. Mesmo forte fisicamente, a Seleção Australiana caiu num grupo difícil com três seleções melhores que ela, ao menos no papel. Além do meia Tim Cahill, os outros destaques que tentarão uma façanha na África do Sul são Harry Kewell, Lucas Neil e o goleiro Mark Schwarzer. Tem tudo para ser coadjuvante no mundial.

−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−

PAÍS: Gana
NOME DA CONFEDERAÇÃO: Ghana Football Association
ANO DE FUNDAÇÃO: 1957
APELIDO: The Black Stars
PARTICIPAÇÕES EM COPAS DO MUNDO: 1 (2006)
RESULTADOS:
Gana é uma das grandes forças do continente africano e na única vez que disputou a Copa do Mundo atingiu as oitavas-de-final, sendo eliminada pelo Brasil.
COMO SE CLASSIFICOU PARA 2010: Demonstrando sua força, os ganeses foram a primeira seleção africana a garantir vaga no mundial.
DESTAQUE DO TIME: Michael Essien (volante do Chelsea, da Inglaterra)
TREINADOR ATUAL: Milovan Rajevac (Sérvia)
PERSPECTIVAS PARA O MUNDIAL:

– A Seleção Ganesa tem talvez o melhor conjunto de todas as equipes africanas deste mundial. O grande fator positivo é o meio campo, formado por jogadores experientes e acostumados a decisões como Michael Essien, Sulley Muntari e Stephen Appiah. A zaga não é das melhores e o ataque deixa a desejar, mas com a força física e a ordem tática dos volantes e meias, Gana pode surpreender os adversários e lutar pela segunda posição do grupo. O objetivo é melhorar o rendimento da Copa passada.

Read Full Post »