Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘MFC’

Pessoal, primeiramente gostaria de agradecer aos comentários e ao apoio de sempre ao MFC. Aliás, preciso me explicar para vocês. Há 11 dias não atualizo o blog. O motivo por essa ausência é o meu TCC. Como a grande maioria sabe, estou no último ano da faculdade e a correria com o TCC aumentou muito nos últimos meses. Como tirei férias do trabalho por duas semanas, aproveitei para dar uma boa agilizada no trabalho e, por esse motivo, deixei o blog um pouco de lado. Peço desculpas aos meus assíduos leitores e peço um pouco de compreensão, já que ainda ficarei um pouco distante nas próximas semanas. Acredito e sei da importância do blog e dessa interação com vocês, mas no momento estou totalmente focado em meu trabalho de conclusão de curso. O meu futuro também depende desse trabalho. De qualquer forma, tentarei não ficar tão distante como nessa última semana, farei o possível. Afinal, já estava com saudades de escrever aqui.

O futebol realmente é mágico. Quando escrevi meu último post aqui, o planeta bola estava de um jeito e hoje, apenas 11 dias depois, muitas coisas já mudaram. No Brasil, Muricy Ramalho foi contratado pelo Palmeiras e depois da longa novela, o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo novamente deu a ‘notícia’ pelo Twitter. Vanderlei Luxemburgo foi pela quarta vez para o Santos e, para variar, já criou polêmica. Como ele gosta de aparecer né? Precisava ter agido daquela maneira com o Roberto Brum? Enquanto isso, o contestado Tite continua no cargo no Internacional. O polêmico Leão já saiu do Sport e até o discreto Sérgio Guedes deixou o Santo André. Cuca, depois de colocar a cara a tapas e ser humilhado pela diretoria rubro-negra, enfim, pegou seu boné e saiu do Flamengo.

Jogadores também foram notícia nos últimos dias. O Corinthians iniciou um desmanche que ainda não tem prazo para terminar. André Santos e Cristian foram para o Fenerbahçe. Douglas foi vendido para o desconhecido Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos. A maior promessa corintiana da década saiu pelas portas do fundo. Lulinha foi emprestado por dez meses para o Estoril, de Portugal. Otacílio Neto foi para o Barueri. Wellington Saci para o Atlético-MG. Felipe, Elias e Chicão ainda podem sair. No meu último post aqui, o Corinthians estava na melhor das fases, mas o desmanche, a contusão de Ronaldo – ficará fora por pelo menos um mês – e, principalmente, a derrota para o Palmeiras, já mudaram o clima no Parque São Jorge.

Enquanto isso, Obina curte a boa fase. Chegou como piada no Palmeiras e bastaram os três gols contra o rival, para o atacante cair nas graças da torcida. Até quando esse amor durará? O Palmeiras subiu muito na tabela e já divide a liderança com o Galo. Será que Muricy conseguirá seu tetracampeonato nacional? Há 11 dias, o São Paulo vivia seu pior momento nos últimos seis ou sete anos. A crise instaurada depois da eliminação na Libertadores, aliada a demissão do treinador e ao péssimo futebol, deixavam os torcedores desacreditados. Com o dinamismo do futebol, isso já mudou um pouco. E agora, os mesmo torcedores, até em título já falam. Como pode acontecer isso? Ah, o Santos repatriou o volante Émerson, o mesmo que disputou duas Copas do Mundo pelo Brasil, em 1998 e 2006. Boa contratação. O Guarani perdeu a invencibilidade na série B do Brasileirão e vêm de três resultados ruins.

Fora do Estado de São Paulo, as coisas mudaram muito também. O mágico time do Internacional de dois meses atrás, já evaporou. Além de estar caindo na tabela, Tite parece ter perdido o comando do grupo. D’Alessandro e Taison viraram reservas. O primeiro, inclusive, está afastado por deficiência na parte física. Nilmar foi para o Villareal. O Atlético-MG perdeu em casa para o Goiás e já começaram as incertezas sobre a qualidade do elenco e, principalmente, do técnico Celso Roth. O Cruzeiro está tentando se reerguer depois da Libertadores e para isso contratou o lateral esquerdo Gilberto e o equatoriano Guerrón. O Vitória continua somando seus pontinhos e se mantém no G4. Fluminense, Náutico, Sport, Botafogo e Atlético-PR estão ainda mais ameaçados e demonstram não terem forças para saírem da parte debaixo da tabela.

No exterior, os milhões de euros continuam passando por cima da crise financeira. Samuel Eto’o deixou o Barcelona e foi para a Inter de Milão. O sueco Ibrahimovic fez o caminho inverso. Keirrison foi emprestado para o Benfica e deverá jogar a temporada inteira no futebol português. Os times europeus, diferente dos brasileiros, continuam fazendo suas pré-temporadas. Mesmo que os torneios disputados não valham nada, o treinamento é importante.

Resumindo, citei apenas as coisas que lembrei no momento, mas vocês já viram como o futebol é dinâmico né? Em pouco mais de uma semana, tudo pode mudar. Jogadores e treinadores trocam de clubes como trocam de roupas. O termo ‘crise’ no futebol não é uma coisa para ser levada tão a sério também. Hoje um time está em crise. Amanhã não está mais e vice-versa. Como é fantástico esse Planeta Bola. Mesmo com tantas coisas erradas, consigo me apaixonar cada vez mais pelo esporte.

Um grande abraço a todos!
Continuem sempre acessando o MFC.
Até logo!

Read Full Post »

Felipe

Não seria fácil para nenhuma das quatro equipes. E, de fato, não foi. Mas como era previsto desde o começo da Copa do Brasil 2009, Corinthians e Internacional lutaram muito e no sufoco garantiram vaga para decidir o título. O frio intenso em São Paulo (7°C) e Curitiba (2°C) na noite desta quarta-feira, pouco atrapalhou as torcidas do Corinthians e Coritiba. Fazendo muito bem o papel de mandantes, as duas torcidas empurraram suas equipes durante os 90 minutos. Corintianos saíram empolgados com o empate em 0X0 com Vasco e a possibilidade de conquistar o terceiro título da Copa do Brasil. No Couto Pereira, a minoria fez festa. Os pouco mais de três mil colorados, mesmo ofuscados pela pressão da torcida adversária, lutaram junto com o Inter e comemoraram muito a vaga na decisão, mesmo com a derrota por 1X0.

Não tirando os méritos dos classificados que mereceram chegar à final pelos resultados obtidos nas partidas de ida, mas nas partidas de hoje, Vasco e Coritiba foram melhores e até mereceram sorte maior. Mas alvinegros e colorados foram mais eficientes, seguraram os ímpetos adversários, souberam se defender com perfeição na maior parte do tempo e agora se enfrentarão num grande duelo em busca do título e, principalmente, da vaga na Taça Libertadores da América de 2010.

Durante a semana o técnico Mano Menezes e seus comandados afirmaram que não jogariam pelo empate e partiriam para cima do Vasco em busca da vitória. Porém, na prática, não foi isso que se viu. Muito recuado, o Corinthians chamava o adversário para cima e preocupava a torcida. Quando saía de trás, os inúmeros erros de passes não faziam a bola chegar redonda para Ronaldo, a maior aposta alvinegra. A chance mais clara de gol do primeiro tempo foi do Vasco. Aos 23 minutos, após uma cobrança de escanteio, o atacante Élton subiu mais que a zaga do Timão e cabeceou forte, mas Felipe operou um milagre e salvou o gol vascaíno e, possivelmente, a classificação corintiana.

 D'Alessandro

Enquanto isso, o frio e calculista time do Internacional aguentava uma enorme pressão do Coritiba. Os quatro principais lances da primeira etapa foram da equipe da casa. Aos dois minutos, Marcelinho Paraíba soltou uma bomba e Lauro fez boa defesa. Onze minutos depois, o lateral direito Márcio Gabriel driblou o adversário e chutou forte, mas a bola foi para fora. Aos 16, Lauro salvou o Colorado de novo, com uma importante defesa no chute de Carlinhos Paraíba. Depois foi a vez do zagueiro Felipe levar perigo à meta do Inter. Após cobrança de escanteio de Marcelinho, Lauro interceptou a bola, que caiu no pé de Felipe, mas o defensor não conseguiu abrir o placar.

O Vasco voltou ainda melhor no segundo tempo, mas não conseguia chances reais de gol no Pacaembu. Com mais posse de bola e atuando no campo corintiano na maior parte do tempo, o Vasco se mostrava disposto a calar a Fiel. O Corinthians se defendia como podia e a dupla de zaga do Timão interceptava todas as investidas vascaínas. Em uma dessas investidas, Chicão puxou a camisa de Élton e derrubou o atacante, mas o juiz Leonardo Gaciba não marcou o pênalti, que, com o recurso da TV, realmente aconteceu.

Mas o Corinthians, enfim, conseguiu sair do seu campo de defesa depois dos 25 minutos e teve três chances para matar o jogo. Primeiro Douglas bateu forte e o goleiro Fernando Prass fez boa defesa. Depois, Boquita arriscou de fora da área e levou perigo. E por último, Ronaldo recebeu lançamento do jeito que gosta, avançou com a bola, driblou o goleiro, mas perdeu o pique e deu tempo de Fernando Prass se recuperar e evitar o gol. Sem tática nenhuma e na base da raça, o Vasco tentava fazer o gol de qualquer jeito. Edgar ainda teve a derradeira chance, mas Felipe, de novo, fez milagre e aliviou o perigo. Final de jogo no Pacaembu e o Corinthians está na final.

No Couto Pereira a pressão Coxa Branca continuou no segundo tempo. Logo no primeiro minuto, o zagueiro Pereira subiu no primeiro pau e por pouco não fez o gol. Mas Ariel fez a torcida alviverde explodir aos 30 minutos. Após assistência de Marcelinho Paraíba, o atacante argentino dominou, girou e de esquerda fez um belo gol. Faltava apenas um gol para a classificação do Coritiba, mas mesmo com a expulsão do colorado Bolívar, o gol não saiu e o Inter enfrentará o Corinthians na final da Copa do Brasil.

Como o MFC havia previsto, a decisão será entre Inter e Corinthians, dias 17 de junho e 1º de julho. Os mandos de campo das duas decisões serão definidos amanhã pela CBF. Sem dúvidas serão dois grandes espetáculos de duas equipes muito fortes e que, além de terem um forte poderio ofensivo, demonstraram mais uma vez que sabem se defender e aguentar a pressão. O título está em aberto e quem quer que seja o campeão, será merecido. Dessa vez ficarei em cima do muro e não apostarei em ninguém. Gaúchos e paulistas tem totais condições de levantarem o troféu.

E para você torcedor, quem será o campeão da Copa do Brasil 2009? Faça sua aposta!

Read Full Post »

– Com a venda do volante Ramires para o Benfica, de Portugal, a diretoria do Cruzeiro agiu rápido e contratou o também volante Fabinho, que estava no Corinthians, mas que tinha seus direitos federativos ligados ao Toulouse, da França. O jogador foi apresentado nesta terça-feira na Toca da Raposa II e em sua entrevista coletiva, fez questão de deixar bem claro que não é substituo de Ramires, mas sim um atleta experiente que se junta ao grupo.

– Como o MFC havia informado ontem, o lateral direito Fabinho Capixaba está bem próximo de deixar o Palmeiras, mas ainda não foi dessa vez. O Santos tentou contratar o jogador hoje e a diretoria alviverde pediu R$400 mil pelo empréstimo do atleta. Por achar caro demais, o negócio não foi fechado, já que a diretoria santista se propôs a pagar apenas a metade desse valor.

– A Portuguesa contratou a revelação do Campeonato Paulista da Série A2. O atacante Fabrício se destacou na vitoriosa campanha do Monte Azul e foi muito importante no acesso da equipe, anotando 15 gols na competição. Aos 22 anos, Fabrício chega para suprir a carência de jogadores ofensivos, já que Edno e Christian estão lesionados.

– O selecionável volante Felipe Mello, da Fiorentina, está perto de acertar sua transferência para a Inter de Milão. O próprio jogador confirmou a possível transação e a imprensa italiana noticiou que a Inter ofereceu € 18 milhões e mais o zagueiro Burdisso em troca do brasileiro. O único empecilho é que Felipe ainda tem mais quatro anos de contrato com a Fiorentina.

– Duas notícias agitaram o futebol mexicano nesta terça-feira. A primeira foi  a confirmação da Conmebol de que a edição de 2010 da Taça Libertadores da América terá cinco times do país. As três vagas oficiais e mais o Chivas Guadalajara e o San Luís, que entrarão já na fase de oitavas-de-final, em recompensa a eliminação das equipes nesta Libertadores, devido à gripe suína. Dessa forma, Conmebol e Federação Mexicana de Futebol fizeram as pazes. A outra novidade também foi divulgada pela Conmebol, que confirmou o México como principal candidato para receber a Copa América de 2015.

– Antônio Carlos Zago, ex-jogador de futebol e diretor do Corinthians, foi apresentado nesta terça-feira como novo técnico do São Caetano para o restante da temporada. Em sua primeira oportunidade no comando de uma equipe, Antônio Carlos disse que se espelhará em Telê Santana, Vanderlei Luxemburgo e Fábio Capello para ter sucesso na nova função.

– O Vitória, vice-líder do Campeonato Brasileiro, perdeu um de seus principais atletas para os próximos jogos. O atacante Neto Baiano foi denunciado pelo STJD nos artigos 251 (reclamar, por gestos ou palavras, contra as decisões da arbitragem ou desrespeitar o árbitro e seus auxiliares) e 253 (praticar agressão física contra o árbitro ou seus auxiliares, ou contra qualquer outro participante do evento desportivo). O atleta, que deu uma cusparada em Ramon, do Vasco, foi punido em oito jogos e desfalcará o time baiano até o final de julho.

– Com o clima triste e de luto, após a queda do avião da Air France no oceano Atlântico, a Seleção Francesa jogou um amistoso hoje contra a Nigéria, em Saint Etienne, na França, e perdeu por 1X0. Os visitantes africanos fizeram o gol aos 32 minutos do primeiro tempo com Joseph Akpala.

– O Corinthians continua atrás de um volante para se precaver com as possíveis saídas de Cristian e Elias no meio do ano. O nome da vez no Parque São Jorge é o de Tinga, jogador do Borussia Dortmund, da Alemanha. Agindo nos bastidores, a diretoria corintiana não confirma a negociação, mas o site alemão “Revier Sport” confirmou o interesse do Timão pelo atleta.

– O atacante Kléber vem se destacando com a camisa do Cruzeiro. Em 21 partidas, o jogador já marcou 19 gols e sua vontade dentro de campo tem chamado atenção de clubes europeus. A bola da vez é o Liverpool, que teria oferecido € 7 milhões para contar com o jogador já no meio do ano. Porém, a diretoria cruzeirense parece nem pensar na hipótese de negociá-lo por menos de € 15 milhões e se mostra irredutível. Muita coisa deve rolar nos próximos dias, mas o fato consumado é que Kléber está voltando a ter mercado na Europa.

– A notícia bombástica do dia é a confirmação da transferência de Kaká para o Real Madrid. O jogador que estava no Milan desde 2003 e conquistou diversos títulos pelo clube italiano, foi negociado com o time merengue por exorbitantes € 65 milhões (cerca de R$188 milhões). Com a negociação confirmada, Kaká, que está concentrado com a Seleção Brasileira para as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, deverá render R$7 milhões aos cofres do São Paulo, que, como clube formador, tem direito a 4% na negociação do atleta.

Read Full Post »

Caros leitores, primeiramente peço desculpas por não ter escrito no MFC ontem. O motivo por essa ‘ausência’ virtual foi meramente universitário. De qualquer forma, também não consegui acompanhar totalmente os grandes jogos de quarta e quinta-feira pelo mundo. Vi apenas os gols e poucos lances e, por este motivo, não conseguiria fazer uma análise mais detalhada. Sendo assim, farei alguns breves comentários:

– Barcelona campeão da Champions League. Alguma novidade? Para mim não! Mesmo que o Manchester United seja um grande time e esteja entre os três principais clubes do mundo, o futebol apresentado pela equipe de Pep Guardiola durante toda a temporada já previa que o título ficaria na Espanha. Mesmo não assistindo a partida, pelo pouco que vi e li, minha previsão se confirmou. O Barcelona conquistou o tricampeonato da Champions League sem dificuldades.

– O Cruzeiro venceu o São Paulo na primeira partida da Taça Libertadores da América. Resultado normal pelo bom time cruzeirense, pela importante pressão da torcida e pelo apático time do São Paulo. Muricy Ramalho continua insistindo com Richarlyson, Hernanes e Jorge Wagner. Muricy continua vetando Borges e colocando-o no banco. São ações que podem prejudicar uma temporada inteira e neste caso, poderá até custar o cargo do treinador em caso de eliminação. De qualquer maneira, com todos estes aspectos negativos, o Tricolor continua vivo na Libertadores e além de perder ‘apenas’ por um gol, ter feito gol fora de casa pode ajudar o São Paulo no jogo da volta.

– Como o MFC já havia destacado o Grêmio não teria vida fácil contra o Caracas, na Venezuela. E não teve. Saiu perdendo, empatou e deixou os venezuelanos acreditando que é possível vencer o Tricolor Gaúcho no Brasil na partida de volta. Continuo apostando na classificação gremista, até com certa facilidade. Mas o experiente Paulo Autuori precisará deixar seus jogadores ligados, pois uma surpresa em uma competição como a Libertadores, não seria nada espantoso.

– O Coritiba saiu ganhando do Internacional em pleno Beira-Rio. Um susto para os jogadores, para o técnico Tite e principalmente para a torcida colorada. Mas a fase é tão boa e o conjunto com diversos jogadores decisivos é tão importante, que sem dificuldades o Inter virou o jogo e fez seu dever de casa. O time Coxa Branca ainda acredita que possa reverter o resultado, mas creio que será muito complicado. Se o técnico Renê Simões colocar o time para frente para buscar os dois gols que precisa, será um risco enorme contra um time rápido e habilidoso como o Inter. Vejo o Colorado na final da Copa do Brasil.

– O Corinthians é outro que mesmo jogando fora de casa conquistou um ótimo resultado. Poderia ser melhor, se Elias não tivesse perdido um gol feito na cara do goleiro vascaíno, mas também poderia ser pior, se Felipe não operasse pelo menos três milagres nas investidas do Vasco. O empate fora de casa com gols é bom negócio em competições com regulamentos como a Copa do Brasil. No jogo da volta as equipes estarão reforçadas de seus principais jogadores (Carlos Alberto no Vasco e Ronaldo no Corinthians) e, portanto, creio que o jogo seja melhor tecnicamente. Continuo acreditando que o Timão consiga a vaga na final.

– Vanderlei Luxemburgo é um caso a parte no futebol. Inegavelmente é um ótimo técnico, muito vitorioso e importante para diversas equipes no passado. Mas também é inegável que ele nunca assuma seus erros. Ontem isso aconteceu mais uma vez. Atuando dentro de casa, contra um adversário forte e tradicional, mas nada assustador e que certamente viria mais para se defender do que para atacar, Luxemburgo ‘inovou’ e começou o jogo com três zagueiros e com o fraquíssimo Fabinho Capixaba na lateral direita. Logo viu que os uruguaios começaram a gostar do jogo e promoveu a entrada de Obina e Marquinhos. Mas porque ele não começou com essa formação? Coisas de Luxemburgo, o treinador que quando ganha ele é o diferencial e quando perde a culpa é a da imprensa, da arbitragem, etc. O empate foi ruim para o Palmeiras e o jogo de volta na casa do Nacional será bastante complicado. Apostei que o Verdão passaria de fase, mas depois do resultado de ontem, vejo o Nacional com mais chances. De qualquer forma, ainda acredito que Vanderlei Luxemburgo e sua equipe possam surpreender fora de casa novamente, assim como foi contra o Colo Colo e Sport.

Read Full Post »

« Newer Posts