Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Ilha do Retiro’

'São Marcos'

A Ilha do Retiro ferveu e empurrou o Sport para cima do Palmeiras na noite dessa terça-feira. E realmente o caldeirão da ‘Bombonilha’ pressionou a jovem equipe alviverde, que tomou o gol no final do segundo tempo e a disputa foi para os pênaltis. Como diz o ditado, realmente ‘santo de casa faz milagre’. E ‘São Marcos’ fechou o gol e colocou o Palmeiras nas quartas-de-final da Taça Libertadores da América para enfrentar o Nacional-URU.

Após vencer a primeira partida no Palestra Itália por 1X0 na semana passada, o Palmeiras foi à Ilha do Retiro, no Recife, podendo jogar pelo empate para conquistar a vaga. Para os pernambucanos só a vitória interessava. A torcida rubro-negra lotou o caldeirão e apoiou o time o jogo todo.

E a equipe de Nelsinho Baptista veio com tudo para cima do Palmeiras. Aos nove minutos, ‘São Marcos’ fez o primeiro de vários milagres no jogo. O veterano Paulo Baier cabeceou e a queima-roupa, o camisa 12 fez uma brilhante defesa. Talvez essa tenha sido a defesa que deu chances ao Palmeiras na partida. Com enorme volume de jogo nos primeiros minutos, um gol daria muita força ao Sport e pressionaria a equipe de Vanderlei Luxemburgo.

O Palmeiras saiu para o ataque e percebeu que a tática de apenas se defender não seria boa. Mas nas poucas investidas alviverdes, o goleiro Magrão se mostrava muito seguro e interceptava todas. Aos 31 minutos, o segundo milagre de Marcos. O volante Sandro Goiano deu um ótimo lançamento para Paulo Baier dentro da área. O veterano girou e emendou para o gol, mas o goleiro palmeirense defendeu com a perna.

O Sport foi pro tudo ou nada no segundo tempo. Lutou, pressionou e encurralou o Palmeiras. Quando a torcida rubro-negra pouco acreditava na vitória, um lance fez a Ilha explodir. Aos 37 minutos, o meia Luciano Henrique fez ótima jogada individual e chutou cruzado para o meio da área. O atacante Wilson teve apenas o trabalho de escorar para as redes. 1X0 no placar e os dois times exaustos após um jogo muito disputado. Mas o Sport ainda teve fôlego de buscar o segundo gol que daria a classificação direta. O jovem Ciro chutou muito forte de fora da área, ‘São Marcos’ desviou a bola, que caprichosamente bateu na trave e levou o jogo para a disputa de pênaltis.

Assim como nas históricas disputas de penalidades em 1999 e 2000, era a hora de ‘São Marcos’ aparecer novamente. Ele, que é declaradamente um grande torcedor palmeirense e um dos maiores ídolos da história do clube, sempre costuma aparecer quando mais precisa. E o camisa 12 foi mais uma vez decisivo. Dos quatro pênaltis cobrados pelos jogadores do Sport, ‘São Marcos’ defendeu três (Luciano Henrique, Fumagali e Dutra) e calou a Ilha do Retiro.

Foi um ótimo confronto, bem jogado e muito disputado. Os dois times tinham totais condições de continuar na briga pelo título. Como apenas um pode passar, os milagres divinos que só santos podem fazer, quiseram que a equipe de ‘São Marcos’ fosse a escolhida. Ao Sport, os parabéns pela maravilhosa campanha na Libertadores e a esperança de futuras chances na competição. O Palmeiras segue em busca do bicampeonato e agora enfrentará o Nacional-URU, nas próximas duas semanas. A primeira partida será no Palestra Itália e a segunda no Estádio Centenário, em Montevidéu.

Read Full Post »

Ortigoza

O Palmeiras fez seu dever de casa. Seria péssimo tomar gols e não conseguir a vitória na partida de ida das oitavas-de-final da Taça Libertadores da América. O Sport, conhecido adversário, não daria vida fácil ao Verdão, isso já era esperado e foi o que realmente aconteceu. A equipe de Vanderlei Luxemburgo conseguiu atingir seu objetivo, venceu os pernambucanos por 1X0 no Palestra Itália e agora jogará na semana que vem no Recife, podendo empatar a partida para seguir adiante na competição.

Luxemburgo, que não é unanimidade pelos lados do Palestra Itália, pensou durante toda a semana em qual fórmula usaria para vencer e tentar convencer os torcedores alviverdes. Minutos antes da partida, veio a surpresa. O treinador escalou o Palmeiras no 4-3-3, com Marquinhos, Willians e Keirrison no setor ofensivo. Essa foi a aposta de Luxemburgo para furar a defesa do Sport.

O jogo começou com o Palmeiras tentando chegar ao gol de todos os lados do campo. E logo aos cinco minutos, Diego Souza cruzou a bola para a área, Keirrison desviou e mandou a bola no travessão de Magrão. Era o primeiro sinal da pressão que os pernambucanos teriam que suportar. Porém, não foi bem isso que aconteceu. O Verdão teve maior posse de bola e passou grande parte da primeira etapa no campo de ataque, mas aconteceram poucas chances reais de gol.

O segundo tempo começou como o primeiro. Aos sete minutos, Marquinhos recebeu a bola dentro da área e tocou na saída de Magrão. Mas quase em cima da linha, o zagueiro César afastou o perigo. Mais aguda, a equipe alviverde sabia que o empate seria um péssimo resultado e possivelmente complicaria o desejo de chegar às quartas-de-final. Aos 17 minutos, Keirrison, que continua em jejum de gols e pouco pegava na bola, dominou a bola e rolou para Diego Souza. O camisa 7 chutou por cima do gol e perdeu uma grande oportunidade.

Luxemburgo resolveu mudar a equipe e partir para o tudo ou nada. E deu certo. O técnico sacou o atacante Marquinhos, que saiu vaiado de campo e colocou o paraguaio Ortigoza. Também tirou Willians e mandou o novo contratado Mozart para o jogo. Em poucos minutos, as substituições surtiram efeito. Ortigoza sofreu falta de Hamilton aos 29 minutos da etapa complementar. O juiz Sergio Pezzota expulsou o lateral do Sport e na cobrança de Cleiton Xavier, o próprio paraguaio com um leve desvio de cabeça, abriu o placar para o Verdão e garantiu a vitória.

Foi suado e os quase 24 mil torcedores que foram ao Palestra Itália não viram a equipe apresentar um bom futebol, mas saíram contentes com o resultado. Agora, o Palmeiras vai à Ilha do Retiro na próxima terça-feira e terá que segurar o Sport e a apaixonada torcida rubro-negra. A vantagem é palmeirense, mas os pernambucanos já provaram que podem complicar o jogo e conquistarem a vitória por dois gols de diferença. Ainda vejo o Palmeiras com mais chances de passar para a próxima fase, mas será preciso muito empenho e garra para que minha previsão se confirme.

Read Full Post »

Há um mês, grande parte da mídia brasileira comenta incansavelmente sobre a partida da próxima quarta-feira, entre Sport e Palmeiras, na Ilha do Retiro, no Recife, válida pela terceira rodada do grupo 1 da Taça Libertadores da América.

 

Nesse período, a imprensa  paulista, em especial, alertou e colocou pólvora nas dificuldades que a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo encontrará na Ilha. Realmente, os números mostram que é muito difícil bater o Leão na ‘Bombonilha’, apelido criado pela torcida rubro negra em alusão ao caldeirão de La Bombonera, temido estádio do Boca Juniors, na Argentina.

 

Agora que estamos próximo do tão falado encontro, a poeira parece ter baixado. E hoje, a diretoria do Sport confirmou que disponibilizará 2.700 ingressos para os palmeirenses, no jogo que pode confirmar a classificação do Leão e anular as chances do Palmeiras na Libertadores.  

 

Realmente toda essa pressão tem sentido. Será um grande jogo, com atrativos dignos de uma competição internacional e que vale muita coisa para as duas equipes, não só na própria Libertadores, mas no restante do ano. Agora é esperar o jogo e ver se a vitória será alviverde, confirmando sua tradição na competição, ou se será dos donos da casa, empolgados com a liderança do grupo com as duas vitórias nas primeiras rodadas.

Read Full Post »