Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘FPF’

“No circo do futebol, o torcedor é o palhaço”.

Li essa frase em algum protesto e ela ilustra bem o tema discutido hoje. Há vários dias uma intensa briga vem acontecendo a respeito da mudança dos horários das partidas de futebol em São Paulo. Tudo começou com uma ferrenha campanha veiculada pela tradicional rádio Jovem Pan. A emissora paulistana se colocou no lugar dos torcedores e peitou duas poderosas: a TV Globo e a Federação Paulista de Futebol.

Como todos sabem a TV Globo monopolizou o futebol brasileiro. E por pagar caro pelo direito de transmissão dos torneios nacionais e internacionais, a emissora manda e desmanda. Seja nos locais e datas dos jogos, ou principalmente nos horários. Tudo para não interferir em sua grade de programação.

Através das acusações da rádio Jovem Pan, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto de lei que proíbe que as partidas de futebol disputadas na capital, em estádios com capacidade superior a 15 mil torcedores, terminem após às 23h15. Com isso, para que a lei que já foi aprovada em definitivo entre em vigor, será necessário que o prefeito Gilberto Kassab (DEM-SP) sancione ou vete esta lei. Porém, a TV Globo em parceria com a FPF entraram em ação para que o prefeito não assine a norma, pois seria totalmente prejudicial para seus interesses. A discussão se acirra dia após dia e o decreto não deve entrar em vigor.

As explicações da TV Globo dão conta de que os jogos de futebol iniciados entre 21h45 e 22h tem média de público superior aos outros horários. Em contra partida, a rádio Jovem Pan diz que a média de pouco mais de sete mil torcedores enfatizada pelo canal televisivo, é muito pouco se levarmos em conta o número de habitantes da capital e de todo o Estado de São Paulo. De fato, é uma briga sem fim. A Globo tem seus inúmeros anunciantes, suas novelas, telejornais e até o esdrúxulo reality show. Só depois de tudo isso é que o futebol entra em cena. Fora isso, além de mudar o horário de dois jogos por semana (um na quarta-feira e outro no domingo), também muda todo o resto da tabela para encaixar as partidas em seus canais pagos, o SporTV e o PFC.

Para que serve o Estatuto do Torcedor? Ninguém o respeita. Clubes, emissoras de televisão e rádio e até mesmo a própria federação não se preocupam com seu principal consumidor: o torcedor. Para se ter uma ideia, alguns dias atrás li um post muito interessante no blog do jornalista Marcelo Di Lallo (http://espnbrasil.terra.com.br/marcelodilallo). Lá ele relata que apenas nesta edição do Campeonato Paulista, a tabela foi mudada incríveis 99 vezes (esse número já subiu para 112 alterações), sempre a pedidos da Federação, dos clubes, da Polícia Militar e da TV Globo. Para ler esse absurdo basta clicar neste link: http://www.futebolpaulista.com.br/competicao.php?page=8&ano=2010.

A Jovem Pan está fazendo seu papel e representando o torcedor. Por esse motivo, não se pode ver com maus olhos, afinal, os jogos começando em horários absurdos só beneficiam a Globo e prejudicam a grande maioria dos apaixonados pelo futebol. Não existe transporte público eficiente em São Paulo para os torcedores irem embora, a grande parte dessas pessoas trabalha cedo no dia seguinte, entre outros aspectos. Por esse motivo, cada vez mais os torcedores comuns vão se afastando dos estádios, fator que prejudica o espetáculo e, principalmente, os clubes.

O mais justo seria criar um horário tradicional para o futebol. Jogos no meio de semana devem começar 20h30, no máximo 21h. E aos finais de semana, terem início entre 16h e 17h. Seriam horários ideais e beneficiariam a todos. Agora está nas mãos do prefeito. A briga entre Jovem Pan X TV Globo e FPF vai longe. Enquanto isso, vamos acompanhar a rodada de hoje nos estaduais pelo Brasil, com jogos começando às 16h, 17h, 18h30, 19h30, 20h30 e 21h50. Que bagunça, meu Deus!

Mas e você torcedor, o que pensa sobre esse assunto? Você gosta de ir aos jogos do seu clube às 21h50? Ou preferiria e até iria com mais frequência se as partidas começassem mais cedo? Opine!

Anúncios

Read Full Post »

Em reunião na sede da Federação Paulista de Futebol na manhã dessa segunda-feira, dirigentes de Santos e Corinthians entraram em consenso e as partidas das finais do Campeonato Paulista serão nas ‘casas’ de cada equipe.

O primeiro confronto, no próximo domingo, dia 26, acontecerá na Vila Belmiro, em Santos, às 16 horas. A partida de volta acontece uma semana depois no mesmo horário, dia 3 de maio, no Pacaembu.

Quanto aos ingressos dos dois jogos, as diretorias ainda não confirmaram as datas e locais de venda, mas já informaram que haverá um aumento nos preços. O Corinthians, por ter uma campanha melhor, joga com a vantagem do empate para conquistar o seu 26º título estadual.

Read Full Post »

Em reunião na manhã dessa segunda-feira, a Federação Paulista de Futebol, em consenso com os quatro clubes envolvidos nas semifinais do campeonato paulista, definiu os locais e horários das partidas.

 

No confronto entre o 1º e o 4º colocado, Santos X Palmeiras iniciam a disputa no próximo sábado, na Vila Belmiro, em Santos, às  18h10. No domingo, dia 12, Corinthians X São Paulo jogam no Pacaembu, às 16 horas.

 

Na semana seguinte, os mandos se invertem, mas continuam nos mesmos horários. Palmeiras X Santos será no Parque Antarctica, dia 18 e São Paulo X Corinthians disputarão a vaga para a final no Morumbi, dia 19.

Read Full Post »

Federação Paulista de Futebol

 

Em 2000, o campeonato paulista teve os quatro ‘grandes’ na fase semifinal. Naquele ano, o São Paulo enfrentou o Corinthians e venceu as duas partidas (2X1 e 2X0). O Santos jogou contra o Palmeiras e chegou à final (0X0 e 3X2). Depois de nove anos, os mesmos confrontos acontecerão novamente. Palmeiras e São Paulo por terem terminado na 1ª e 2ª colocação, respectivamente, têm a vantagem de jogar por dois resultados iguais e disputar a segunda partida em casa.

 

A 19ª rodada do Paulistão-09 foi emocionante. O Palmeiras encarou o Botafogo no Parque Antártica e precisava vencer para manter a liderança e a vantagem. O São Paulo pegou o São Caetano em Presidente Prudente e sem oito titulares, precisava vencer o seu jogo e torcer para a equipe alviverde empatar seu jogo para chegar à liderança. O Corinthians não tinha sua terceira colocação ameaçada, mas lutava em Mirassol contra o time da casa e contava com um vacilo tricolor para terminar na segunda posição. Enquanto as três equipes já classificadas para as semifinais jogavam apenas para definir as posições, Santos, Portuguesa e Santo André disputavam a última vaga.

 

Em alguns momentos da tarde de domingo, o São Paulo, que abriu o placar aos 16 minutos do primeiro tempo, com um gol de André Lima impedido, tomou o empate do Azulão com gol de Luan e fez o segundo com o zagueiro Renato Silva, assumia a liderança provisoriamente. Enquanto isso, o Mirassol já vencia o Corinthians por 2X1 (Éder e Roger para o Mirassol e Chicão para o Corinthians) e anulava as chances dos alvinegros terminarem na segunda posição. No Canindé, a Portuguesa fazia sua parte e com gols de Christian, aos 21 minutos e Edno, aos 30 minutos do primeiro tempo e via o Santos apenas empatar contra a Ponte Preta, em Campinas. Mesmo com o gol de Kléber Pereira no final do primeiro tempo, a Portuguesa continuava na frente pelo saldo de gols. O Botafogo surpreendeu o Palmeiras e abriu o placar com Betão, aos 43 minutos do primeiro tempo, deixando o caminho ainda mais livre para a liderança tricolor.

 

As partidas foram para o intervalo com mudanças na classificação. O São Paulo estava em 1ª, Palmeiras em 2º, Corinthians em 3º e a Portuguesa em 4º.

 

Porém, bastou o segundo tempo começar para tudo mudar novamente. Aos sete segundos da etapa complementar, a Ponte Preta empatou o jogo contra o Santos com gol do jovem David e aos 4 minutos, Gum virou o jogo para a Macaca. A situação santista se complicava, mas havia uma luz no fim do túnel, já que no Canindé, Antonio Flávio diminuiu para o Santo André. Dentinho de cabeça empatou o jogo para o Corinthians contra o Mirassol, manteve a terceira colocação e continua como a única equipe invicta do campeonato. O Palmeiras precisou de dois minutos para voltar à liderança. Aos 13 minutos, o paraguaio Ortigoza empatou o jogo e aos 15, Diego Souza virou. Um pouco depois, no final do jogo em Presidente Prudente, o São Paulo tomou o empate do São Caetano com gol de Marcelo Batatais e manteve a segunda posição.

 

Mas a emoção ficou reservada para o final. O Santos estava eliminado do Paulistão-09 até os 37 minutos do segundo tempo, quando Kléber Pereira empatou o jogo e aos 43, de pênalti, fez o 3º gol santista e colocou a equipe alvinegra nas semifinais, frustrando o sonho da Portuguesa, que fez uma campanha muito semelhante a do Santos, mas perdeu a vaga no saldo de gols.

 

Dessa forma, os próximos quatro finais de semana serão de muita emoção para as maiores torcidas do Estado e de muitas alfinetadas e discussões entre os cartolas. Está marcado para a manhã dessa segunda-feira o primeiro round. Os locais dos jogos entre Palmeiras X SantosSão Paulo X Corinthians serão definidos em uma reunião com os dirigentes das equipes e da Federação Paulista de Futebol. Haja rivalidade! 

Read Full Post »

Washington e Dagoberto

Após o empate do Palmeiras na última terça-feira, o São Paulo se tornou o único time que poderia arrancar a liderança alviverde. Hoje à tarde, no Morumbi, o São Paulo confirmou o favoritismo e venceu o Guaratinguetá por 2X1 e assim, além de consolidar a classificação para as semifinais, manteve as chances de terminar a primeira fase na primeira colocação. Para isso, o tricolor precisará ganhar do São Caetano no próximo domingo, em Presidente Prudente, e torcer para que o Palmeiras, no máximo, empate seu jogo contra o Botafogo de Ribeirão Preto, no Palestra Itália.

 

A equipe do interior começou a partida melhor que os donos da casa, se arriscando mais ao ataque sempre com a bola passando pelo meia Nenê. Na primeira oportunidade, Nenê quase abriu o placar no Morumbi, mas Rogério Ceni fez grande defesa, mandando a bola para escanteio. O horário pouco comum para uma partida de futebol no meio da semana parece que fez os jogadores do São Paulo entrarem sonolentos no jogo. Após os sustos iniciais e as constantes instruções de Muricy Ramalho, a equipe passou a ficar mais com a bola e partiu pra cima do Guará. E assim, os são paulinos tiveram várias chances de abrir o placar, mas Dagoberto errou o alvo em três ocasiões.

 

Porém, é tentando que se consegue. Dagoberto, que não marcava um gol desde novembro e mais uma vez lutava muito em campo para aproveitar sua chance na equipe titular – já que Borges está machucado -, recebeu uma grande assistência de Jorge Wagner e na saída do goleiro, abriu o placar aos 42 minutos. Não deu tempo nem de comemorar e num rápido contra-ataque, Nenê foi até a linha de fundo e cruzou a bola para a área, mas Washington tocou a mão na bola e o juiz marcou o pênalti. O próprio Nenê bateu e empatou o jogo.

 

Depois do intervalo, o São Paulo voltou mais ligado e apertou o Guaratinguetá no campo de defesa. Após a pressão inicial, a equipe foi premiada aos nove minutos. Hernanes cobrou falta para a área e Washington subiu mais que a defesa e de cabeça fez o segundo gol do tricolor na partida e seu 12º no campeonato paulista, empatando na liderança da artilharia com o palmeirense Keirrison. Após o gol, o tricolor diminuiu o ritmo e passou a atuar nos contra-ataques, mas com pouca eficácia. Ainda deu tempo de os jogadores pendurados do São Paulo (André Dias, Rodrigo, Jorge Wagner, Jean e Hernanes) tomarem o terceiro cartão amarelo e entraram nas semifinais zerados.

Read Full Post »