Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Copa do Mundo de 2010’

A Seleção Brasileira estreará hoje na Copa do Mundo de 2010. O primeiro adversário será a enigmática Coreia do Norte. Assim como acontece no país, as informações sobre a equipe asiática são escassas, já que o treinador fechou a maioria dos treinamentos na África do Sul.

Dessa forma, o MFC foi atrás de informações sobre a misteriosa seleção norte-coreana. O entrevistado do dia é o ex-jogador e atual treinador, Edu Marangon. Edu jogou futebol profissional por quase quinze anos, tendo passado por Portuguesa; Torino, da Itália; Nacional, do Uruguai; Porto, de Portugal; Santos; Palmeiras; Yokohama Flugels, do Japão; Inter de Limeira; Coritiba e Bragantino; além de ter jogado com a camisa da Seleção Brasileira.

Depois de pendurar as chuteiras, Edu Marangon se tornou treinador e já esteve à frente de equipes como Paraná, Juventus, Rio Claro, Atlético de Sorocaba e atualmente é o técnico do Sport Club Barueri.

Nesta entrevista, Edu Marangon relata como foi o amistoso entre Atlético Sorocaba e a Seleção da Coreia do Norte, ocorrido em novembro de 2009, quando ele era o comandante do clube interiorano. Também conta as características dos jogadores, o motivo de tanto mistério por parte dos asiáticos e também se a equipe de Dunga corre algum risco na partida. Confira a entrevista exclusiva ao MFC:

MFC: Edu, conte como foi o amistoso contra a seleção da Coreia do Norte?
Edu Marangon: O amistoso foi disputado no dia 05 de novembro de 2009, em Pyongyang, capital da Coreia do Norte. Primeiramente, o que mais impressionou foi a paixão do povo norte-coreano pelo futebol. O estádio estava lotado com 80 mil torcedores e mais de 20 mil pessoas ficaram do lado de fora, sem ingressos. No placar eletrônico, estava escrito ‘Brazil’ ao invés de Atlético Sorocaba. Eles trataram o jogo como um amistoso contra a seleção brasileira.

MFC: Quais as características da seleção norte-coreana?
EM: Falando do jogo em si, foi uma partida diferente. A equipe deles marca forte e tem uma saída de bola rápida no contra-ataque. Nossos jogadores sentiram um pouco, já que o gramado era sintético. O empate em 0 a 0 não traduziu o que foi o jogo, já que fomos superiores durante toda a partida e o goleiro deles fez defesas incríveis.

MFC: Como é o preparo físico dos jogadores norte-coreanos?
EM: Como eles não são altamente capacitados técnica e taticamente, o preparo físico deles é muito bom, típico dos jogadores asiáticos. Eu joguei por três anos no Japão (Yokohama Flugels) e senti isso na pele. Eles correm muito, são capazes de correr os 90 minutos e não se cansarem. O biótipo deles é diferente do nosso, eles têm uma condição muscular muito boa, o que faz com que as contusões sejam raras.

MFC: Quais os principais jogadores?
EM: O time deles não é bobo, mas também não tem grandes talentos. Eles têm um centroavante bom na bola aérea e forte fisicamente. Mas o principal jogador é o Rooney Asiático (Jong Tae-Se) mesmo, como a imprensa vem dizendo há alguns dias. Ele destoa do grupo, até por ser japonês de origem. É habilidoso, mescla velocidade e força e tem bom chute. Foi o único que me chamou a atenção.

MFC: Você que esteve lá por uma semana, me diga o porquê de tanto mistério?
EM: Bom, o país deles é completamente diferente dos outros. Não tem jeito. No futebol é normal um treinador fechar esse ou aquele treino para treinar uma jogada específica ou ensaiada, como fez o Dunga esses dias. Mas eles não estão fechando o treino para esconder o jogo, não. É assim mesmo que eles vivem lá. Isso ocorre pelo sistema político do país. Eles são privados de fazer muitas coisas. Para você ter ideia, tem até racionamento de água e energia na Coreia do Norte. É um país que ainda vive em regime ditatorial, então eles precisam seguir inúmeras regras, não podem desobedecer aos mandamentos do ditador (Kim Jong-il está no comando do país desde 1994).

MFC: Eles podem surpreender o Brasil no jogo de hoje?
EM: Teoricamente, não. Não creio nisso, pelo contrário, aposto que o Brasil vencerá facilmente o jogo pela qualidade dos nossos jogadores. Mas a seleção precisa ter atenção para não ser surpreendida. Creio que a zebra ocorrida na Copa de 1966 (quando a Coreia do Norte eliminou a Itália e só foi eliminada nas quartas de final contra a Seleção Portuguesa) não acontecerá de novo.

MFC: A Coreia do Norte tem alguma chance de se classificar no grupo G?
EM: Creio que não, até porque os outros três concorrentes são fortíssimos. Lembro que quando terminou o jogo contra eles, fui conversar com o treinador (Kim Jong-Hun) e perguntei como ele estava preparando a equipe para a Copa do Mundo. Na ocasião, ele disse que aguardaria o sorteio para definir, provando mais uma vez que as informações por lá são escassas, mesmo que naquela época eles nem imaginassem quem iriam enfrentar. Eles tiveram azar de cair num grupo com três escolas de futebol diferentes: sul-americana, europeia e africana. Ambas muito fortes e tradicionais. Creio que não conseguirão vencer nenhum jogo no Mundial.

Anúncios

Read Full Post »

A 11 dias do início da Copa do Mundo, um assunto se tornou polêmica e novas críticas surgem a todo instante. A ‘Jabulani’ (cujo nome significa “comemorar” no idioma zulu), a bola oficial do mundial de 2010 fabricada pela Adidas, literalmente se tornou a ‘bola da vez’ antes rolar pelos gramados sul-africanos.

Primeiramente, jogadores brasileiros detonaram a bola. As críticas foram ásperas: “É uma bola que vai complicar muito o nosso trabalho”, disse Júlio Baptista; “Horrível e horrorosa. Parece bola que se compra em supermercado. É muito ruim”, enfatizou o goleiro Júlio César; “A bola é muito estranha. É sobrenatural”, detonou Luís Fabiano. Nenhum dos três brasileiros são patrocinados pela fabricante da gorduchinha. Júlio Baptista e Luís Fabiano são jogadores da principal concorrente, a Nike. Enquanto Júlio César é garoto-propaganda da Reusch, principal fabricante de artigos para goleiros.

Atletas de outras seleções também acreditam que a ‘Jabulani’ prejudicará o espetáculo na África do Sul. O goleiro espanhol Iker Casillas, que é patrocinado pela Reebok, também não gostou da tecnológica bola: “É triste que uma competição tão importante como a Copa do Mundo tenha um elemento importante com essa condição vergonhosa.” Outro grande goleiro que estará na Copa do Mundo também fez críticas contundentes: “O novo modelo é absolutamente inadequado e acho vergonhoso uma competição tão importante, que reúne tantos campeões, ter uma bola como esta”, disparou o italiano Gianluigi Buffon, patrocinado pela Puma.

Os arqueiros parecem ser os mais incomodados com a bola oficial. Hugo Lloris, goleiro da França e patrocinado pela Nike, também deu sua opinião: “Todos os goleiros vão estar sob pressão e terão de estar constantemente em alerta. Com esse tipo de bola, pode-se marcar de qualquer lugar.” Outro exemplo é o goleiro chileno Claudio Bravo: “É parecida com a do futebol de praia. Corre mais que uma bola normal e tem uma textura especial que com água fica impossível de agarrar.”

Se avaliarmos apenas as reclamações desses jogadores, chegamos a conclusão que isso mais parece um jogo de marketing de empresa X empresa do que de fato a bola não ser a mais adequada para o principal torneio de futebol do mundo. A comprovação dessa tese é a opinião de atletas patrocinados pela Adidas. Michael Ballack, astro alemão que está contundido e não irá ao mundial, é patrocinado pela fabricante da bola e não viu defeitos na ‘pelota’: “Fantástica, a bola faz exatamente o que eu quero.” O brasileiro Kaká, que é uma das principais estrelas da marca, também gostou da ‘Jabulani’: “Para mim, o contato com a bola é muito importante e é ótimo com essa bola.”

Com isso, fica óbvio que a bola virou uma forma de jogadores patrocinados por diferentes empresas discutirem e cada um tentar defender o seu lado, ou seja, seus milhões. Se a bola é ruim para um, será ruim para todos. E todas as seleções já estão treinando com a bola para se acostumar ao novo modelo. Pelo visto essa discussão vai longe, mas quem ganhar a Copa do Mundo nem se lembrará se a ‘Jabulani’ era boa ou ruim.

Abaixo, veja um vídeo que mostra como é fabricada a bola ‘Jabulani’:

Read Full Post »

A TAM, companhia aérea brasileira e uma das patrocinadoras oficiais da Seleção Brasileira, recebeu inúmeros vídeos com mensagens de incentivo para os jogadores brasileiros que disputarão a Copa do Mundo na África do Sul.

A empresa selecionou alguns e montou um vídeo-motivacional que está sendo exibido neste momento para os atletas dentro do avião com destino à África do Sul. Muito legal a iniciativa e o apoio do povo brasileiro com certeza mexerá com o brio dos jogadores.

Assista o vídeo e deixe seu comentário:

Read Full Post »

Andres Sanches é presidente do Corinthians desde outubro de 2007, quando substituiu Alberto Dualib, que comandou o clube por incríveis 14 anos e renunciou o cargo depois de inúmeros escândalos e problemas administrativos.  Em 2009, Andres foi reeleito por mais três anos e afirma categoricamente sempre que pode que não ficará nenhum dia a mais depois do término de seu mandato. Essa afirmação, é óbvio, tem tons políticos. Os rumores que o atual presidente corintiano é um dos mais indicados para assumir o comando da CBF crescem a todo instante. Uma das evidências é que Andres foi o escolhido para ser o chefe da delegação brasileira na Copa do Mundo de 2010.

O presidente alvinegro é muito contestado por aí. De fato, deve ser difícil uma pessoa apaixonada por um clube, estar no posto mais alto da agremiação e saber lidar com a razão muitas vezes em detrimento da emoção. Andres foi eleito presidente em uma situação extremamente complicada. Herdou uma gestão deficiente, com altas dívidas e logo que entrou o Corinthians foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. O presidente foi muito importante na reestruturação do clube, no retorno do Timão à elite do futebol nacional e também com inúmeros projetos de marketing bem sucedidos: como a rede de lojas Poderoso Timão e, principalmente, com a contratação do fenômeno Ronaldo.

Mas ainda há muita coisa errada no clube. Denúncias de favorecimento de empresários e ganhos altos de porcentagens na venda de jogadores, entre outras. Depois da eliminação na Copa Libertadores da América no ano do centenário, muita coisa deve mudar no Corinthians. Ou pelo menos devia. Abaixo você saberá porque é muito provável que nada mude.

Em meio a aspectos positivos e negativos, Andres estará ausente do Corinthians durante a Copa do Mundo. Ele exercerá um cargo simbólico na África do Sul, algo meramente político. Chefe de delegação não manda nada, falando o português claro. Não faz a seleção perder e nem ganhar. Esta lá apenas para fazer número. Tantos outros cartolas já ocuparam o ‘cargo’ que Andres ocupará no mundial. Paulo Machado de Carvalho, João Havelange, Mustafá Contursi, Fábio Koff, Marco Polo Del Nero, entre outros. E nenhum deles interferiu diretamente no sucesso ou no fracasso.

O que chama atenção no caso de Andres Sanches foi uma entrevista que ele concedeu a jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, publicada nesta segunda-feira (24/05). Entre assuntos variados, Andres deixou claro sua filosofia de trabalho no clube, praticamente confirmou que os dias de Ricardo Teixeira no comando da CBF estão contados e, pasmem, evidenciou qual é a melhor formula para lucrar no futebol. Para ler a esclarecedora entrevista de Andres Sanches na íntegra, clique aqui: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq2405201006.htm

A colunista do jornal questionou Andres Sanches sobre uma frase que ele próprio disse no passado: “É só não roubar muito”. A resposta do presidente corintiano não poderia ser mais emblemática: “O termo não é esse, vamos dizer assim, publicamente. Mas é ter um limite na vida”. Limite? Qual limite? Então quer dizer que não pode roubar muito na administração de um clube, mas se tiver o tal limite, não há problema? Essa frase vai de encontro com todas as ações de Andres no comando do Corinthians. Afeta os apaixonados torcedores que chegam a pagar até R$600 por ingresso em jogos do clube. O comentário imbecil do mandatário alvinegro afere toda a nação alvinegra, em todos os aspectos.

Num outro momento da entrevista, Andres afirma que ninguém é santo, tecendo o chulo comentário: “Não quero dizer que não sou santo porque posso roubar. Estou dizendo num geral de sociedade como um todo”. Para complementar, enfatiza o que todos nós sabemos: “Já teve muito mais (roubo no futebol). O futebol era uma caixa preta e hoje ela já não é mais preta, é cinza. Tá branqueando”. Inacreditável a normalidade com que Andres trata assuntos que envolvem milhões de pessoas, que são lesadas, enganadas e prejudicadas em troca do enriquecimento do dirigente.

Outro trecho bastante polêmico é sobre o atacante Ronaldo. Quando questionado se o fenômeno está gordo, Andres não hesita e solta a seguinte pérola: “Se ele estivesse 100%, bonitão, 70 kg, blá-blá-blá, você acha que ele tava aqui no Corinthians? E no Brasil? Ele tava na Europa!”. Um absurdo tratar um assunto tão importante como esse com tanta falta de comprometimento. É óbvio que Ronaldo está há muito tempo fora do peso ideal e cada dia mais parece não ter condições de jogar futebol. Mas se a carreira do jogador está próximo do final, é interessante contar com um jogador como ele? Para Andres sim, afinal: “Você tem que se contentar com aquilo que pode dar e receber. Eu tô contente com o que ele tá dando…”. O futebol do Corinthians é completamente prejudicado pela falta de preparo físico de Ronaldo, que mesmo sem ter condições para disputar uma pelada, é titular absoluto do time. Mas o presidente corintiano não está nem aí para isso, afinal, os contratos de marketing e patrocínios das camisas lhe rendem algo jamais imaginado no futebol brasileiro. Mais uma vez, o elenco é deixado de lado.

As baboseiras proferidas por Andres Sanches não param por aí. Quem quiser ler e se irritar ainda mais, deve clicar no link exposto acima. É inadmissível que o presidente de um dos clubes mais tradicionais do mundo pense e aja dessa maneira. Lamentável, para não dizer outra coisa. ‘Todas’ as coisas boas realizadas, vão por água abaixo num piscar de olhos, depois de duas ou três frases ditas por ele. Esse será o comandante chefe da nossa delegação na África do Sul. Torçamos para que ele não influencie em nada mesmo, porque senão…

E você torcedor corintiano, o que pensa sobre essas declarações? Quem não torce pelo Corinthians, sabe bem que a grande maioria dos dirigentes pensa da mesma forma que Andres Sanches. Qual é a sua opinião sobre isso? Externe seus sentimentos sobre essa pouca vergonha!

Read Full Post »

Toda a expectativa criada para a convocação da Seleção Brasileira acabou na tarde desta terça-feira. Sem as surpresas imaginadas, Dunga convocou os 23 atletas que defenderão o Brasil na Copa do Mundo de 2010.

Ronaldinho Gaúcho, Paulo Henrique Ganso e Neymar não foram chamados. Dunga não abriu mão de seus ‘amigos’ para atender aos pedidos do povo brasileiro. As únicas mudanças foram a troca do goleiro Victor por Gomes, do Tottenham, que já esteve no grupo do treinador em outras oportunidades. Outra novidade foi a convocação do atacante Grafite, do Wolfsburg, que ganhou a vaga de Adriano e disputará a primeira Copa do Mundo de sua carreira.

Mesmo em meio a tantas críticas e pela teimosia tradicional de Dunga, uma coisa deve ser ressaltada: a promessa de que o comprometimento seria o maior diferencial foi evidenciada na convocação de hoje. Quando o treinador chegou à Seleção Brasileira, ele disse várias vezes que as coisas não seriam iguais foram na Copa de 2006, quando houve muita bagunça, baladas, noitadas, falta de comprometimento e, principalmente, falta de futebol. Hoje, mais de três anos depois de assumir o Brasil, Dunga manteve sua palavra e reformulou toda a equipe.

Atletas como Roberto Carlos, Ronaldinho Gaúcho e Adriano, que participaram efetivamente da bagunça de 2006, não foram lembrados e não terão a chance de disputar outro mundial. Nesse aspecto Dunga está certo e a aposta em jogadores comprometidos já é um sinal positivo. Mesmo achando que pelo menos Paulo Henrique Ganso pudesse ser convocado, a Seleção Brasileira é essa. Agora, o papel dos torcedores é confiar e torcer para que o hexacampeonato seja conquistado nos campos sul-africanos. Abaixo, veja um perfil sobre cada jogador brasileiro:

GOLEIROS

JÚLIO CÉSAR
Nome: Júlio César Soares Espíndola
Nascimento: 03/09/1979
Local: Duque de Caxias (RJ)
Clube: Internazionale (Itália)
Jogos pela Seleção: 46
Copas do Mundo: 2 (2006 e 2010)

——————————

DONI
Nome: Doniéber Alexander Marangon
Nascimento: 22/10/1979
Local: Jundiaí (SP)
Clube: Roma (Itália)
Jogos pela Seleção: 10
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

GOMES
Nome: Heurelho da Silva Gomes
Nascimento: 15/02/1981
Local: João Pinheiro (MG)
Clube: Tottenham Hotspur (Inglaterra)
Jogos pela Seleção: 9
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

LATERAIS

MAICON
Nome: Maicon Douglas de Sisenando
Nascimento: 26/07/1981
Local: Novo Hamburgo (RS)
Clube: Internazionale (Itália)
Jogos pela Seleção: 51
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

DANIEL ALVES
Nome: Daniel Alves da Silva
Nascimento: 06/05/1983
Local: Juazeiro (BA)
Clube: Barcelona (Espanha)
Jogos pela Seleção: 33
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

GILBERTO
Nome: Gilberto da Silva Melo
Nascimento: 25/04/1976
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Clube: Cruzeiro (Brasil)
Jogos pela Seleção: 33
Copas do Mundo: 2 (2006 e 2010)

——————————

MICHEL BASTOS
Nome: Michel Fernandes Bastos
Nascimento: 02/08/1983
Local: Pelotas (RS)
Clube: Lyon (França)
Jogos pela Seleção: 2
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

ZAGUEIROS

LÚCIO
Nome: Lucimar da Silva Ferreira
Nascimento: 08/05/1978
Local: Brasília (DF)
Clube: Internazionale (Itália)
Jogos pela Seleção: 90
Copas do Mundo: 3 (2002, 2006 e 2010)

——————————

JUAN
Nome: Juan Silveira dos Santos
Nascimento: 01/02/1979
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Clube: Roma (Itália)
Jogos pela Seleção: 74
Copas do Mundo: 2 (2006 e 2010)

——————————

LUISÃO
Nome: Anderson Luís da Silva
Nascimento: 13/02/1981
Local: Amparo (SP)
Clube: Benfica (Portugal)
Jogos pela Seleção: 37
Copas do Mundo: 2 (2006 e 2010)

——————————

THIAGO SILVA
Nome: Thiago Emiliano da Silva
Nascimento: 22/09/1984
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Clube: Milan (Itália)
Jogos pela Seleção: 6
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

VOLANTES

GILBERTO SILVA
Nome: Gilberto Aparecido da Silva
Nascimento: 07/10/1976
Local: Lagoa da Prata (MG)
Clube: Panathinaikos (Grécia)
Jogos pela Seleção: 90
Copas do Mundo: 3 (2002, 2006 e 2010)

——————————

FELIPE MELO
Nome: Felipe Melo de Carvalho
Nascimento: 26/06/1983
Local: Volta Redonda (RJ)
Clube: Juventus (Itália)
Jogos pela Seleção: 15
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

JOSUÉ
Nome: Josué Anunciado de Oliveira
Nascimento: 19/07/1979
Local: Vitória de Santo Antão (PE)
Clube: Wolfsburg (Alemanha)
Jogos pela Seleção: 26
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

RAMIRES
Nome: Ramires Santos do Nascimento
Nascimento: 24/03/1987
Local: Barra do Piraí (RJ)
Clube: Benfica (Portugal)
Jogos pela Seleção: 10
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

KLEBERSON
Nome: José Kleberson Pereira
Nascimento: 19/06/1979
Local: Uraí (PR)
Clube: Flamengo (Brasil)
Jogos pela Seleção: 33
Copas do Mundo: 2 (2002 e 2010)

——————————

MEIAS

KAKÁ
Nome: Ricardo Izecson dos Santos Leite
Nascimento: 22/04/1982
Local: Brasília (DF)
Clube: Real Madrid (Espanha)
Jogos pela Seleção: 73
Copas do Mundo: 3 (2002, 2006 e 2010)

——————————

ELANO
Nome: Elano Blumer
Nascimento: 14/06/1981
Local: Iracemápolis (SP)
Clube: Galatasaray (Turquia)
Jogos pela Seleção: 42
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

JULIO BAPTISTA
Nome: Julio César Baptista
Nascimento: 01/10/1981
Local: São Paulo (SP)
Clube: Roma (Itália)
Jogos pela Seleção: 43
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

ATACANTES

LUÍS FABIANO
Nome: Luís Fabiano Clemente
Nascimento: 08/11/1980
Local: Campinas (SP)
Clube: Sevilla (Espanha)
Jogos pela Seleção: 36
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

ROBINHO
Nome: Robson de Souza
Nascimento: 25/01/1984
Local: São Vicente (SP)
Clube: Santos (Brasil)
Jogos pela Seleção: 70
Copas do Mundo: 2 (2006 e 2010)

——————————

NILMAR
Nome: Nilmar Honorato da Silva
Nascimento: 14/07/1984
Local: Bandeirantes (PR)
Clube: Villareal (Espanha)
Jogos pela Seleção: 10
Copas do Mundo: 1 (2010)

——————————

GRAFITE
Nome: Edinaldo Batista Libânio
Nascimento: 02/04/1979
Local: Jundiaí (SP)
Clube: Wolfsburg (Alemanha)
Jogos pela Seleção: 2
Copas do Mundo: 1 (2010)

Read Full Post »

PAÍS: Inglaterra
NOME DA CONFEDERAÇÃO: The Football Association Ltd
ANO DE FUNDAÇÃO: 1863
APELIDO: English Team
PARTICIPAÇÕES EM COPAS DO MUNDO:
12 (1950, 1954, 1958, 1962, 1966, 1970, 1982, 1986, 1990, 1998, 2002 e 2006)
RESULTADOS: Os ingleses foram campeões mundiais em 1966. Além disso, disputaram as semifinais em 1990 e chegaram às quartas-de-final em outras seis ocasiões (1954, 1962, 1970, 1986, 2002 e 2006).
COMO SE CLASSIFICOU PARA 2010: A equipe teve vida fácil no grupo 6 das eliminatórias europeias. Terminou em primeiro e ainda teve o melhor ataque da competição com 34 gols.
DESTAQUE DO TIME: Wayne Rooney (atacante do Manchester United, da Inglaterra)
TREINADOR ATUAL: Fabio Capello (Itália)
PERSPECTIVAS PARA O MUNDIAL:

O English Team chega ao mundial como forte candidato ao título. Além de ter ido bem nas eliminatórias, a equipe é madura e experiente. O meio de campo e o ataque são as principais esperanças inglesas, com jogadores habilidosos e altamente qualificados como Steven Gerrard, Frank Lampard, Jermain Defoe e Wayne Rooney. Na zaga, encontra-se um dos líderes do grupo, o experiente zagueiro John Terry.  No grupo C a Inglaterra é a grande favorita e, se fizer o que dela se espera, chegará forte para as fases seguintes.

−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−

PAÍS: Eslovênia
NOME DA CONFEDERAÇÃO: Nogometna Zveza Slovenije
ANO DE FUNDAÇÃO: 1920
APELIDO: Reprezentanca
PARTICIPAÇÕES EM COPAS DO MUNDO: 1 (2002)
RESULTADOS: Na única participação, os eslovenos foram eliminados na primeira fase, não somando nenhum ponto, sofrendo sete gols e marcando apenas dois.
COMO SE CLASSIFICOU PARA 2010: A Eslovênia fez uma campanha surpreendente no grupo 3 das eliminatórias europeias e deixou para trás a República Tcheca e a Polônia.
DESTAQUE DO TIME: Milivoje Novakovic (atacante do Colônia, da Alemanha)
TREINADOR ATUAL: Matjaz Kek (Eslovênia)
PERSPECTIVAS PARA O MUNDIAL:

– Sem nenhum grande craque na equipe, a Eslovênia aposta suas fichas na experiência de três jogadores: o goleiro Samir Handanovic, do Udinese; o capitão Robert Koren, do West Bromwich; e o atacante Novakovic. O maior objetivo na África do Sul é melhorar o desempenho de 2002.

−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−

PAÍS: Estados Unidos
NOME DA CONFEDERAÇÃO: U. S. Soccer Federation
ANO DE FUNDAÇÃO: 1913
APELIDO: Yanks
PARTICIPAÇÕES EM COPAS DO MUNDO: 8 (1930, 1934, 1950, 1990, 1994, 1998, 2002 e 2006)
RESULTADOS: O resultado mais positivo em Copas do Mundo, curiosamente, aconteceu na primeira edição, em 1930, quando terminaram na 3ª posição. Depois disso, chegaram às oitavas-de-final em 1994 e às quartas-de-final em 2002.
COMO SE CLASSIFICOU PARA 2010: Os norte-americanos fizeram a melhor campanha das eliminatórias da CONCACAF e garantiram vaga no mundial.
DESTAQUE DO TIME: Jozy Altidore (atacante do Hull City, da Inglaterra)
TREINADOR ATUAL: Bob Bradley (Estados Unidos)
PERSPECTIVAS PARA O MUNDIAL:

A Seleção dos Estados Unidos dificilmente não se classificará para as oitavas-de-final. Se tudo correr como o previsto, os americanos conquistarão a segunda vaga no grupo C. Alguns fatores positivos fazem a equipe projetar voos maiores na competição. Um deles aconteceu na Copa das Confederações do ano passado, quando venceram o forte time da Espanha na semifinal e por pouco não conquistaram o título na decisão contra o Brasil. A equipe é forte fisicamente e melhorou muito seu desempenho nos últimos anos, muito disso graças ao cérebro do time, o meia Landon Donovan, ícone do futebol nos Estados Unidos.

−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−

PAÍS: Argélia
NOME DA CONFEDERAÇÃO: Fédération Algérienne de Football
ANO DE FUNDAÇÃO: 1962
APELIDO: Fennec
PARTICIPAÇÕES EM COPAS DO MUNDO: 2 (1982 e 1986)
RESULTADOS:
Os argelinos nunca passaram da primeira fase da Copa do Mundo. O único feito memorável aconteceu em 1982, quando venceram a Alemanha Ocidental por 2 a 1.
COMO SE CLASSIFICOU PARA 2010: A campanha nas eliminatórias africanas foi irregular e a Argélia terminou empatada com o Egito. Por esse motivo, os argelinos disputaram um jogo-desempate – uma espécie de repescagem caseira -, e venceram o confronto carimbando vaga na África do Sul.
DESTAQUE DO TIME: Karim Ziani (meia do Wolfsburg, da Alemanha)
TREINADOR ATUAL: Rabah Saadane (Argélia)
PERSPECTIVAS PARA O MUNDIAL:

Os argelinos chegam ao mundial como franco-atiradores. Mesmo com um time veloz, a falta de experiência e bagagem podem pesar numa competição como essas. A possível queda ainda na primeira fase é reflexo de ser a seleção africana mais fraca que disputará a Copa do Mundo. Tem tudo para ser mera coadjuvante e ter o mesmo papel dos outros mundiais que participou.

Read Full Post »

“Time for Africa” é o clipe oficial da Copa do Mundo de 2010 e foi apresentado oficialmente nesta semana pela FIFA. A música tema é cantada pela cantora colombiana Shakira. Vale a pena assistir!

Read Full Post »

Older Posts »