Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Cech’

Iniesta

Emocionante e dramático. Essas são as melhores definições para o jogo de volta das semifinais da Champions League entre Chelsea e Barcelona, no Stamford Bridge, em Londres. Após o empate sem gols no Camp Nou, as duas equipes precisavam da vitória para chegar à final. O Chelsea saiu na frente e nos acréscimos do segundo tempo, Iniesta empatou o jogo e confirmou a vaga na decisão da competição européia.

O jogo começou muito disputado e logo aos oito minutos, os Blues apresentaram o cartão de visitas aos espanhóis. Lampard iniciou a jogada e a bola sobrou para Essien, que encheu o pé e fez um golaço. O Barcelona não se intimidou e continuou partindo para cima. Em um jogo franco, o Chelsea também chegava à meta de Valdés com perigo. Em uma dessas oportunidades, Drogba quase ampliou o placar. O marfinense bateu falta e Valdés fez boa defesa. O primeiro tempo acabou e o grande erro dos espanhóis foi a falta de pontaria nas chances criadas.

O Chelsea voltou para a segunda etapa procurando o segundo gol para complicar a vida do Barça. E chances não faltaram. Drogba e Malouda perderam boas oportunidades. Os espanhóis sentiam a pressão dos Blues e em uma das investidas dos ingleses, o lateral esquerdo Abidal fez falta em Anelka e foi expulso. As coisas se complicaram para o Barcelona que continuava disperso em campo, longe das brilhantes atuações no campeonato espanhol e na própria Champions League. 

O juiz norueguês Tom Henning informou o auxiliar que daria quatro minutos de acréscimo. O Barcelona parecia entregue enquanto a torcida do Chelsea cantava e vibrava com a vitória e a possível vaga na decisão. Mas os minutos de acréscimos reservavam algo para a equipe de Pep Guardiola.

Aos 47 minutos, após um bate-rebate dentro da área, a bola sobrou para Eto’o no lado esquerdo da grande área. O camaronês não conseguiu dominar, a bola espirrou e chegou aos pés de Messi, que ergueu a cabeça e encontrou Iniesta na entrada da área. Iniesta encheu o pé e colocou a bola no ângulo de Cech, calando o estádio e deixando a equipe de Guus Hiddink desnorteada.

Foi um grande jogo. O Chelsea perdeu a chance de chegar a segunda final de Champions League seguida e tentar dar o troco no rival Manchester United, que venceu a competição nos pênaltis na temporada passada. Com o empate, o Barcelona confirma presença na grande decisão e enfrentará os Diabos Vermelhos em busca do tricampeonato do maior campeonato de clubes do Mundo.

O jogo entre espanhóis e ingleses acontece no próximo dia 27, em Roma, na Itália. Certamente será mais uma final sensacional e não vejo favorito. Independente de quem seja o vencedor, a única certeza é que o título estará em boas mãos. No momento, Manchester e Barcelona são as melhores equipes do mundo e mereceram chegar à final.

Read Full Post »

Henry e Alex

O Barcelona chegou às semifinais da Champions League com a difícil missão de se sobressair entre três das principais equipes inglesas (Chelsea, Arsenal e Manchester United). O primeiro passo para conquistar o torneio de clubes mais importante do Mundo aconteceu hoje no Camp Nou, em Barcelona. O time da casa encarou o Chelsea e o placar não saiu do zero.


A partida de ida das semifinais colocou frente a frente dois gigantes. O Barcelona, além de liderar o Campeonato Espanhol a cinco rodadas do final, coleciona goleadas e shows de bola em suas apresentações na temporada. O Chelsea, que tem poucas chances de conquistar o Campeonato Inglês, aposta todas as suas fichas na Champions League e tenta apagar a dor da derrota nos pênaltis para o rival Manchester United, na final do ano passado.


Com esses ótimos ingredientes, era óbvio que seria um grande jogo. E foi. O Chelsea foi à Espanha cauteloso e preparado para se defender dos rápidos contra-ataques do assustador trio formado por Messi, Henry e Eto’o. E essa tática deu certo. Desde o começo da partida o Barcelona partiu para cima em busca do gol, mas os Blues estavam com seu quarteto defensivo (Ivanovic, Terry, Alex e Bosingwa) bem postado, o que aconteceu até o apito final. Mas quem quase abriu o placar foi o Chelsea. Drogba roubou a bola de Rafa Marquez na intermediária, avançou e bateu na saída de Vitor Valdés, que fez ótima defesa. O rebote sobrou para o marfinense que chutou novamente e o goleiro repetiu a defesa.


No segundo tempo as duas equipes continuaram mostrando um bom futebol e o Barça tentava fazer o gol de qualquer maneira. Mas do outro lado o sistema defensivo do Chelsea, implantado pelo treinador Guus Hiddink, funcionava perfeitamente e nos poucos vacilos, Cech fazia belas defesas. O jovem Bojan teve a melhor chance da etapa complementar no final do jogo e cabeceou a bola para fora. Dessa forma, a partida terminou 0X0 mesmo.


O resultado confirma que não há favoritos nesse duelo. Na próxima quarta-feira o Chelsea recebe o Barcelona no Stamford Bridge, na Inglaterra. Um novo empate por 0X0 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outro resultado igual, o Barcelona garantirá a vaga na final. Para os ingleses só a vitória interessa. A única certeza é que será novamente um grande jogo. É esperar para ver!

Read Full Post »

Drogba

O futebol inglês se destaca a algum tempo nas fases finais da Champions League. Em 2009 não é diferente. Liverpool e Chelsea, duas das equipes mais fortes e tradicionais da Europa, mais uma vez tiveram seus destinos cruzados na competição continental, foi a quarta vez em cinco anos que os dois times se enfrentaram em fases de mata-mata na Champions League.

 

No primeiro jogo no Anfield Road, em Liverpool, os donos da casa perderam por 3X1 para os Blues. Hoje aconteceu a partida de volta das quartas-de-final em Londres, no Stamford Bridge, casa do Chelsea. E foi um jogo emocionante do começo ao fim, digno de um grande campeonato de clubes e que entrará para a história da Champions pela disputa, raça e reviravoltas.

 

O confronto começou emocionante e aos 30 minutos do primeiro tempo o Liverpool já vencia por 2X0 e mostrava seu poder de reação. Aos 19 minutos, Fábio Aurélio fez de falta o primeiro gol da partida, surpreendendo Cech. Pouco tempo depois, o brasileiro bateu falta para a área do Chelsea e o zagueiro Ivanovic cometeu pênalti em Xabi Alonso. Ele mesmo bateu e fez o segundo gol do Liverpool, calando o Stamford Bridge.

 

Os reds ainda tiveram tempo de aumentar o placar no primeiro tempo, mas esbarraram em Cech. Depois do intervalo, o Chelsea acordou e voltou melhor para a segunda etapa. E a equipe de Guus Hiddink diminuiu logo aos 5 minutos. Após boa jogada de Anelka, o francês cruzou para a área e encontrou Drogba que com um leve desvio fez o gol, contando com a falha primorosa de Pepe Reina.

 

Com o gol, o Liverpool se encolheu e aos 10 minutos tomou o gol de empate. E que golaço. O ex-santista Alex cobrou falta de muito longe, mesclou força com categoria e não deu chances para Reina. Não demorou muito para o Chelsea de maneira incrível virar o placar.

 

Aos 31 minutos do segundo tempo, Ballack deu linda enfiada para Drogba, que deixou os zagueiros para trás e tocou para Lampard apenas empurrar a bola para as redes. Com o placar em 3X2, os blues pareciam ter liquidado a fatura e selado a vaga para as semifinais. Mas o copeiro Liverpool resolveu colocar mais emoção no jogo.

 

Dois minutos foi o tempo necessário para os reds virarem a partida novamente. Aos 36 minutos, Lucas em um chute despretensioso, contou com o desvio de Essien e enganou Cech, empatando a partida. Logo em seguida, o holandês Kuyt de cabeça, virou o jogo para 4X3 e deixou o Liverpool a um gol de garantir a vaga.

 

Os reds partiram com tudo para cima e pressionaram muito em busca do gol da classificação. Mas no contra-ataque, aos 44 minutos, o Chelsea fez o gol de empate e acabou com as esperanças do Liverpool. Anelka que começou o jogo no banco de reservas e entrou no final do primeiro tempo, deu mais uma assistência, dessa vez para Lampard marcar o seu segundo gol no jogo e sacramentar a classificação do Chelsea para as semifinais da Champions League. Com o empate em 4X4, essa partida não será esquecida tão cedo. Que jogo!  

 

NOTA: O Barcelona será o próximo adversário do Chelsea nas semifinais da competição. Após a goleada por 4X0 no primeiro duelo contra o Bayern de Munique, os espanhóis jogaram para o gasto em empataram em 1X1 na partida de volta, na Alemanha, e também continuam sonhando com o título. Os gols da partida foram marcados por Ribery para os alemães e por Keita para o Barcelona.

Read Full Post »