Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Bordeaux’

O Barcelona segue firme sua trajetória em busca do bicampeonato da Liga dos Campeões da Europa. Depois de empatar na Alemanha por 1 a 1, o time catalão não tomou conhecimento do Stuttgart e venceu a partida de volta por 4 a 0, ontem no Camp Nou.

Com a vitória, a equipe de Pep Guardiola avançou às quartas-de-final e espera o sorteio para conhecer o próximo adversário. Além do time espanhol, os outros clubes que ainda brigam pelo título são: Bordeaux, CSKA, Internazionale, Manchester United, Lyon, Bayern Munique e Arsenal.

Lionel Messi continua sobrando em campo. O argentino fez dois belos gols na partida de ontem e, com isso, chegou a 31 tentos na temporada. Se continuar jogando dessa maneira, a torcida do Barcelona pode ficar tranquila e esperançosa quanto a conquista do bicampeonato da Liga dos Campeões, feito esse que não acontece desde as temporadas 88/89 e 89/90, quando o Milan sagrou-se bicampeão.

Com o afunilamento da competição, os favoritos são Barcelona, Manchester United e Internazionale. O título deve ficar entre esses três gigantes do futebol mundial. E, caso a equipe catalã chegue à final no dia 22 de maio, poderá ser campeã no estádio Santiago Bernabéu, casa do maior rival, o Real Madrid. Que coisa!

Veja os gols da partida:

Anúncios

Read Full Post »

Denílson

Denílson foi revelado pelo São Paulo e estreou na equipe profissional com apenas 17 anos, em 1994. Era a grande aposta da diretoria são paulina graças a sua habilidade e total facilidade com a bola nos pés. Após ter sido campeão da Copa Conmebol, em sua primeira temporada na equipe de cima, dirigentes brasileiros e principalmente europeus conheceram Denílson e seus fantásticos dribles. Foi convocado para a Seleção Brasileira ainda novo e atuar em um clube do Velho Continente se tornava obsessão para o atleta e principalmente para o São Paulo, que já vislumbrava os milhões de dólares que receberia na venda de seu maior pupilo da década.

E isso realmente aconteceu. Em 1998, Denílson foi vendido ao Real Betis, da Espanha, por US$ 32 milhões, na época, a maior e mais lucrativa venda de um jogador de futebol brasileiro em todos os tempos. As duas partes saíram completamente satisfeitas. O menino pobre nascido em Diadema se encaminhava para virar uma lenda no futebol, conheceria a Europa e nadaria em rios de dinheiro. O São Paulo, que não andava bem na parte financeira, se orgulhava por ter apresentado Denílson para o futebol e ainda conseguiria saldar dívidas e até reformar o Estádio do Morumbi. História perfeita para as duas partes, certo? Não. Os anos se passaram e provaram o contrário.

Nas cinco temporadas que atuou no Tricolor, Denílson viveu o melhor momento de sua carreira. Depois de sua venda para o Betis as coisas mudaram e foram, pouco a pouco, acontecendo de uma maneira impensada por todos no meio do futebol. O jogador saiu da Espanha, foi para o Flamengo e não deu certo numa equipe cheia de estrelas. Voltou para o Betis e a partir daí, começou a rodar o mundo e ver sua carreira indo por água abaixo. Passou pelo francês Bordeaux, pelo saudita Al Nassr, pelo americano Dallas e dez anos após ter saído do Brasil, no ano passado, Denílson retornou e jogou com a camisa do Palmeiras. Também não rendeu o esperado e logo saiu. Foi para o Itumbiara e o final foi o mesmo.

Hoje, Denílson foi apresentado como novo reforço do Xi Mang Hai Phong, do Vietnã. Você acredita? É difícil de pensar que um jogador que, ainda garoto, encantava com suas jogadas de classe, tenha ganhado muito dinheiro – talvez essa seja a opinião de muitas pessoas para crer que a carreira de Denílson foi um sucesso – e hoje, aos 31 anos, ainda novo para o futebol, o meia-atacante praticamente encerra sua carreira de uma forma melancólica em um time completamente inexpressivo do desconhecido futebol vietnamita.

Qual a explicação para um final ‘trágico’ como esse? Denílson teve tudo e todos ao seu lado durante os quase 15 anos no futebol, mas com a fama criada de baladeiro e mulherengo, perdeu a confiança e possivelmente a carreira, por não tratar o futebol como profissão e sim como diversão. Afinal, alguém se lembra que ele já foi campeão mundial pelo Brasil na Copa do Mundo de 2002?

E você torcedor, o que pensa sobre a carreira de Denílson? Quais os motivos para inúmeros retrocessos? Opine!

Read Full Post »