Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Banfield’

O sonho de conquistar a Copa Libertadores da América de 2010 acabou para o Corinthians. Depois de se planejar desde 2009 para alcançar o sonho no ano do centenário, o Timão venceu o Flamengo por 2 a 1, no Pacaembu, mas não foi suficiente para avançar na competição.

A partida teve dois tempos distintos. Na primeira etapa, o Corinthians mandou no jogo, se impôs e buscou o resultado. Mesmo não mostrando um futebol brilhante, os alvinegros foram eficientes e prenderam o Flamengo no campo de defesa. Isso era evidente, tanto que o Mengão chegou ao campo adversário apenas duas vezes na primeira etapa, ambas sem perigo.

O Timão precisava do resultado e com o apoio da torcida foi para cima. As primeiras tentativas corintianas pararam nas defesas do goleiro Bruno. Porém, aos 27 minutos, depois de muito pressionar, o gol saiu. Danilo cruzou a bola para a área, o zagueiro David tentou cortar e mandou a bola para a rede. O Pacaembu explodiu em festa. O resultado momentâneo levava a decisão para os pênaltis. Mas o Corinthians queria mais.

Roberto Carlos quase marcou o segundo em cobrança de falta, mas Bruno fez outra boa defesa. Se Jorge Henrique pouco produzia por um lado do campo, do outro Dentinho partia para cima com dribles insinuantes e, em uma dessas investidas, o jovem atacante cruzou para a área e a bola foi na cabeça de Ronaldo, que marcou o segundo tento alvinegro.  Era uma vitória merecida. Dois gols no primeiro tempo contra um Flamengo tímido e recuado. Faltavam apenas 45 minutos para o Corinthians conquistar o objetivo e seguir forte rumo ao título.

Mas o técnico Rogério Lourenço, sabedor da qualidade do time da Gávea, tratou de cobrá-los no intervalo e até promoveu uma alteração. Tirou Vinicius Pacheco e colocou Kleberson em campo. Os 15 minutos de descanso foram positivos para o Flamengo, pois o time voltou totalmente diferente para a segunda etapa. Saiu de trás e começou a se arriscar mais. Logo aos quatro minutos, Kleberson deu um precioso passe para Vagner Love marcar o gol rubro-negro. O gol fora de casa dava a classificação para os cariocas.

Alheio a vantagem obtida logo no começo, o Flamengo pôs a bola no chão e dominou o adversário. Com uma postura completamente diferente da primeira etapa, o Mengão melhorou seu setor defensivo e usava seus rápidos laterais para puxar os contragolpes. Vagner Love era o melhor jogador da partida. Além de voltar para ajudar na marcação, o atacante conduzia a bola e cadenciava o jogo. O Corinthians sentiu o baque do gol.

Enquanto o Timão tentava se organizar novamente, o Flamengo chegava com perigo constantemente. Teve, ao menos, umas quatro chances para empatar o jogo e selar de vez a classificação. Kleberson perdeu gol incrível. Adriano fez o mesmo. O tempo foi passando e o Corinthians não conseguia levar perigo. Mano Menezes promoveu três alterações na segunda etapa. Sacou o apagado Jorge Henrique e deu lugar para Iarley que também pouco pegou na bola. Tirou o bom volante Elias, estranhamente, diga-se de passagem, e colocou Jucilei. A outra substituição foi a saída de Alessandro e a entrada do novato Paulinho. Tudo em vão. O Corinthians parecia não ter forças para retomar o controle do jogo.

Nos minutos finais a equipe alvinegra ensaiou uma pressão e partiu para o tudo ou nada. A única chance real aconteceu somente aos 47 minutos, quando Chicão cobrou com maestria uma falta e o goleiro Bruno fez uma defesa espetacular, evitando o gol e consolidando de vez a classificação flamenguista.

O jogo foi muito bom, teve bastante movimentação e luta das duas partes. O Corinthians venceu, mas quem se classificou foi o Flamengo. O primeiro colocado geral na primeira fase da Libertadores foi eliminado pelo último, coisas que acontecem no futebol. A torcida corintiana reconheceu o empenho do time e aplaudiu ao final do jogo. É óbvio que a eliminação precoce foi um grande baque, tendo em vista todo o projeto realizado pela diretoria, as contratações de peso e a grande esperança do torcedor. Mas o futebol é assim mesmo. O Flamengo foi melhor hoje e conseguiu a classificação. Não é o fim do mundo ser eliminado da competição sul-americana.

O Rubro Negro aguarda o confronto entre Universidad do Chile e Alianza Lima para conhecer o adversário das quartas-de-final. No jogo de ida, os chilenos venceram o duelo fora de casa por 1 a 0.

CRUZEIRO E ESTUDIANTES AVANÇAM
As duas equipes que disputaram o título da Libertadores no ano passado continuam firmes no torneio em 2010. O Cruzeiro foi até Montevidéu, não tomou conhecimento do Nacional e venceu por 3 a 0 com gols Thiago Ribeiro, Diego Renan e Gilberto. Com a vitória, os mineiros vão enfrentar o São Paulo nas quartas-de-final, repetindo o confronto do ano passado.

O Estudiantes, atual campeão, venceu o fraco San Luís por 3 a 1 e também carimbou vaga nas quartas-de-final. Os argentinos encaram na próxima fase o vencedor do confronto entre Internacional e Banfield. Os gols do jogo foram anotados por González e Benitez (2) para o Estudiantes, enquanto De La Torre descontou para os mexicanos.

Anúncios

Read Full Post »

A super quarta-feira no mundo do futebol não foi das melhores. De qualquer forma, confira abaixo uma pequena opinião sobre as principais partidas de ontem:

BARCELONA X INTERNAZIONALE (Champions League)
A vantagem obtida no primeiro confronto pela equipe italiana realmente foi importante no duelo. Na partida disputada ontem no Camp Nou, em Barcelona, o que se viu foi um jogo de ataque contra defesa. Uma defesa sólida comandada pelo gigante Lúcio e um ataque sem muitas alternativas liderado pelo argentino Messi. O jogo não foi tudo o que se esperava. A Inter, com razão, entrou em campo apenas para se defender, não se preocupou em tentar um contra-ataque uma mísera vez. Se tivesse tentado, com certeza teria vencido o jogo, pois até o goleiro Victor Valdés tentava atacar, jogando grande parte da partida no meio de campo. Um ataque teria sido fatal. O Barcelona tentou de todas as formas fazer os gols e, quando conseguiu, já era tarde. O gol de Pique, em impedimento, não foi o suficiente e a Inter mesmo jogando com um a menos em grande parte do jogo (Thiago Motta foi expulso), foi mais eficiente e mereceu a vaga. Agora disputará a final da Champions League contra o Bayern de Munique, no dia 22 de maio, no estádio Santiago Bernabéu, na Espanha.

UNIVERSITÁRIO X SÃO PAULO (Copa Libertadores)
O São Paulo encarou, possivelmente, o pior time dos 16 que estão nas oitavas-de-final da Libertadores de 2010. Nem a pressão da torcida que lotou o estádio Monumental de Lima, no Peru, ajudou os anfitriões. Era um jogo para o São Paulo obter uma boa vantagem para a partida de volta e conseguir melhorar seu futebol. Mas novamente o que se viu foi um time mal em campo, sem jogadas definidas e errando demais.  O resultado de 0 a 0 não foi ruim, mas graças a insistência do treinador Ricardo Gomes em escalar o volante Richarlyson na lateral esquerda, sendo que no elenco há três laterais de origem: Júnior César, Carleto e Diogo, o São Paulo quase se complicou e perdeu o jogo depois de Richarlyson ser expulso corretamente por ter dado um carrinho violento no adversário. Além disso o jogador se descontrolou e precisou ser contido pelos companheiros. Uma cena bizarra. O bom para o torcedor são paulino é que no jogo de volta, na próxima terça-feira, no Morumbi, Richarlyson estará suspenso e não poderá jogar. Um reforço para o time, é óbvio. O São Paulo deve passar com certa tranquilidade pelo Universitário e avançar às quartas-de-final, mas com o time não demonstrando melhoras, será difícil chegar longe nesta Libertadores.

FLAMENGO X CORINTHIANS (Copa Libertadores)
O jogo tinha todos os ingredientes para ser um dos melhores do primeiro semestre. Porém, a chuva torrencial que caiu no Rio de Janeiro, afetou o gramado do Maracanã e dificultou as coisas para os dois times. O primeiro tempo foi horroroso, a bola não rolava e nada de bom era feito. Na segunda etapa, São Pedro deu uma trégua e o gramado teve suas condições um pouco melhores. O Corinthians não se apresentou bem, novamente. A semana de treinamento de Ronaldo parece não ter surtido efeito algum, mesmo com um leve emagrecimento, o fenômeno está muito longe do ideal. Mesmo assim, o Corinthians perdeu algumas chances preciosas de abrir o placar e foi beneficiado quando o jogador Michael, do Flamengo, foi expulso de maneira correta. Eram 11 contra 10. Era a chance do Timão conseguir um bom resultado. Entretanto, quem se deu bem com a expulsão parece ter sido o Flamengo, que melhorou em campo e conseguiu marcar o gol, em pênalti sofrido por Juan e convertido por Adriano. A vantagem de 1 a 0 foi mínima, mas o importante foi o Mengão não ter tomado gols dentro de casa. Na partida da semana que vem, no Pacaembu, o Corinthians precisará vencer por dois gols de diferença para garantir a vaga nas quartas-de-final. É possível, mas o grupo de Mano Menezes precisa melhorar.

BANFIELD X INTERNACIONAL (Copa Libertadores)
Jogando em um estádio acanhado, o Internacional se complicou na Libertadores ao perder por 3 a 1 para o Banfield, atual campeão argentino. Na partida de volta, no Beira-Rio, quinta-feira que vem, o time brasileiro terá que vencer por dois gols de diferença. Mesmo mal organizado taticamente pelo treinador Jorge Fossati, o Inter merecia sorte maior, ao menos no quesito arbitragem. O árbitro do jogo deixou de marcar um pênalti para os gaúchos, validou um gol irregular para o Banfield e ainda expulsou o lateral esquerdo Kléber injustamente. O Colorado deve conseguir o resultado em casa, mas não será nada fácil.

ATLÉTICO-MG X SANTOS (Copa do Brasil)
O duelo dos ‘Meninos da Vila’ contra o técnico Vanderlei Luxemburgo era muito esperado. Quem se sairia melhor? O técnico ou os garotos? Na partida de ida, disputada ontem no Mineirão, o Galo levou a melhor e venceu por 3 a 2, com três gols do atacante Diego Tardelli. Robinho e Edu Dracena descontaram para o Peixe. Mesmo com a vitória, o resultado não foi maravilhoso para o Atlético-MG, principalmente por ter tomado dois gols em casa. Na Vila Belmiro, na semana que vem, uma vitória simples por 1 a 0 coloca o time do Dorival Júnior na semifinal da Copa do Brasil. É bem provável que o Santos siga adiante na competição.

Read Full Post »

A primeira fase da Copa Libertadores da América terminou na noite de ontem. Com todos os jogos disputados, 14 equipes avançaram às oitavas-de-final do principal torneio do continente, já que os mexicanos Chivas Guadalajara e San Luís entraram automaticamente nesta fase.

Sem surpresas, os principais clubes que disputam esta edição do torneio, confirmaram o favoritismo e garantiram as vagas. Todos os brasileiros que iniciaram o torneio disputarão os mata-matas. E o primeiro confronto brasileiro será disputado pelos clubes com maiores torcidas do país: Corinthians X Flamengo. Daqui para frente, as emoções realmente começarão. A menos de dois meses da Copa do Mundo, as fases de oitavas e quartas-de-final serão disputadas antes do mundial, depois haverá uma paralisação de aproximadamente 40 dias e, a partir de julho, acontecerão às semifinais e finais.

Os jogos decisivos já serão disputados a partir da semana que vem. Veja os confrontos:

Corinthians (1º) X (16º) Flamengo
São Paulo (2º) X (15º) Universitário/PER
Estudiantes/ARG (3º) X (14º) San Luís/MEX
Vélez Sarsfield/ARG (4º) X (13º) Chivas Guadalajara/MEX
Libertad/PAR (5º) X (12º) Once Caldas/COL
Internacional (6º) X (11º) Banfield/ARG
Nacional/URU (7º) X (10º) Cruzeiro
Universidad do Chile/CHI (8º) X (9º) Alianza Lima/PER

NOTA: Todos os times da primeira coluna (os oito primeiros classificados) disputam o segundo jogo em casa.

NOTA 2: O infográfico com o chaveamento das oitavas-de-final da Copa Libertadores da América 2010 foi retirado do blog do Daniel Perrone: http://colunas.globoesporte.com/danielperrone/

Read Full Post »

A Copa Libertadores da América de 2010 vai chegando ao final da primeira fase. Com os jogos desta noite, todos os 32 times já jogaram cinco partidas. Faltando apenas uma rodada em cada grupo, a situação de cada equipe vai ficando mais clara e os confrontos das oitavas de final já podem ser imaginados.

Os cinco clubes brasileiros ainda estão vivos na competição. O Corinthians venceu mais um jogo, dessa vez contra o Racing, no Uruguai, chegou aos 13 pontos no grupo 1 e terá o fraco Independiente de Medellín como último adversário na semana que vem, no Pacaembu. Já classificado e como possivelmente vencerá o confronto, o Timão chegará aos 16 pontos e terá a melhor classificação da primeira fase, tendo a vantagem de decidir todos os confrontos do mata-mata em casa.

Cruzeiro e São Paulo fizeram campanha idêntica até o momento. Nos cinco jogos disputados, ambos venceram três, empataram uma e perderam outra. O primeiro quesito de desempate é o saldo de gols e até nisso os dois se equivalem: seis gols de saldo para cada equipe. Mineiros e paulistas estão muito próximo de obterem vagas na próxima fase. O Cruzeiro jogará fora de casa, nesta quinta-feira, contra o Colo-Colo, no Chile. Para avançar, um empate basta. Se perder, dependerá de outros resultados.

A situação do São Paulo é bem parecida. O que joga a favor do Tricolor é que a decisão contra o Once Caldas, na semana que vem, será em casa, no Morumbi. Se vencer, terminará como primeiro colocado e com uma boa colocação geral. Se empatar também se classifica. E em caso de derrota, terá que torcer por outros resultados para jogar as oitavas de final.

Outro brasileiro na competição é o Internacional, que hoje empatou com o Emelec, no Equador. O Colorado tem nove pontos e está na segunda colocação do grupo 5, atrás do Deportivo Quito, adversário direto dos gaúchos na próxima semana, no Beira-Rio. Ao Internacional, só a vitória interessa. Empate e derrota podem eliminar a equipe, já que o terceiro colocado do grupo é o Cerro, do Uruguai, com sete pontos. Os uruguaios jogarão em casa contra o último colocado Emelec. Se o Inter não conseguir o resultado e o Cerro vencer, o time gaúcho pode ser eliminado.

A pior situação de um brasileiro na Libertadores é a do Flamengo. Fora de casa, o rubro negro perdeu hoje para o Universidad Católica e estacionou nos sete pontos, deixando os chilenos encostarem com seis. O líder do grupo é outro chileno, a Universidad do Chile, com 11 pontos. A próxima partida do Flamengo será no Maracanã contra o já eliminado Caracas, na semana que vem. É vencer ou vencer para não depender do que acontecerá no clássico chileno. E mesmo vencendo, a equipe carioca não conseguirá alcançar a liderança do grupo, se classificará como um dos melhores segundos colocados. O Mengão não pode nem pensar em empatar e muito menos em perder. Além disso, um saldo de gols alto contra o Caracas pode ser importante.

Já foi muito divulgado, mas não custa lembrar que excepcionalmente nesta edição do torneio sul-americano, apenas os seis melhores segundos colocados avançam às oitavas de final. Isso porque duas equipes mexicanas (Chivas Guadalajara e San Luís), que se classificaram para o mata-mata na edição passada, não puderam disputar os jogos pelo surto de gripe suína que abalou o México. O Chivas entrará nas oitavas como 13º colocado, ou seja, como quinto melhor segundo colocado. O San Luís, por sua vez, será o 14º colocado, o sexto melhor segundo.

Tudo pode acontecer, mas os brasileiros seguem firme rumo ao ponto mais alto da América do Sul. Inclusive, a probabilidade de acontecer um confronto ‘caseiro’ já nas oitavas de final é grande. Essa situação vem acontecendo algumas vezes nos últimos anos. Em 2009, Palmeiras e Sport se enfrentaram. Em 2007 foi a vez de o confronto ser entre Grêmio e São Paulo. Palmeiras e São Paulo também se enfrentaram nessa fase da Libertadores em 2006 e 2005.

Se a Copa Libertadores terminasse hoje, os confrontos das oitavas seriam os seguintes:

Corinthians (1º) X (16º) Banfield/ARG
Alianza Lima/PER (2º) X (15º) Internacional
Universidad do Chile/CHI (3º) X (14º) San Luís/MEX
Once Caldas/COL (4º) X (13º) Chivas Guadalajara/MEX
Cruzeiro (5º) X (12º) Universitário/PER
Deportivo Quito/EQU (6º) X (11º) Vélez Sarsfield/ARG
Libertad/PAR (7º) X (10º) Estudiantes/ARG
Nacional/URU (8º) X (9º) São Paulo

Read Full Post »