Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Alan’

A 9ª rodada do Campeonato Brasileiro apresentou uma predominância de triunfos das equipes que jogaram em casa. Vitória, Vasco, Corinthians, Avaí, Internacional, Cruzeiro e Grêmio Prudente fizeram valer o fato de serem mandantes e somaram três pontos na competição. As únicas exceções foram Atlético-GO, que perdeu em Goiânia para o Flamengo e o Santos, que em plena Vila Belmiro, foi derrotado pelo Fluminense. Botafogo e Guarani empataram. 

Dessa forma, o MFC apresenta a SELEÇÃO dos melhores jogadores da rodada, com destaque para o líder e invicto Corinthians, que colocou três jogadores na lista.  A começar pelo goleiro Júlio César, que fez boas defesas na vitória sobre o Atlético-MG e parece ter assegurado a vaga de titular do Timão, após a saída de Felipe. O sucesso alvinegro, que manteve a liderança do Brasileirão, também apareceu na zaga. O zagueiro e capitão Willian se destacou e fez com que seu time terminasse mais uma rodada sem sofrer gols. Como não podia deixar de ser, o meia Bruno César também está na SELEÇÃO da rodada. O ex-jogador do Santo André demonstrou muita habilidade, fez inúmeras assistências para seus companheiros e ainda fez o gol da vitória corintiana.

Completando o sistema defensivo da SELEÇÃO, estão o lateral-direito Paulo César, do Grêmio Prudente, que fez um gol na vitória contra o Grêmio e foi bastante participativo no jogo, o zagueiro Leandro Euzébio, do Fluminense, que demonstrou muita segurança e conseguiu conter o ímpeto do jovem time santista, além do lateral-esquerdo Egídio, do Vitória, que foi totalmente decisivo no triunfo dos baianos contra o São Paulo, já que deu duas assistências para gols.

A dupla de volantes é formada por Marcos Assunção, do Palmeiras, que repetiu o feito da última rodada e se manteve na SELEÇÃO por dois motivos: foi bem na marcação e continua sendo muito perigoso nas bolas paradas. Junto à ele está Arouca, do Santos, que mesmo com o insucesso do Peixe, fez uma ótima partida contra os cariocas, foi firme na marcação e muito eficiente na armação dos contra-ataques. O outro meio-campista eleito foi o meia Caio, do Avaí, que fez dois gols e comandou a equipe catarinense na vitória sobre o Palmeiras.

O ataque escolhido é formado por Alan, do Fluminense, que pouco apareceu no jogo, mas foi decisivo na hora mais necessária e fez o gol da vitória do Tricolor fora de casa, resultado esse que colocou os cariocas na vice-liderança do torneio. Seu companheiro no sistema ofensivo é o atacante Roberto, outro que garantiu seu lugar na lista por ter sido decisivo novamente, se movimentando bastante durante o jogo e deixando sua marca no final da partida.

Pelo conjunto da obra, o técnico Antônio Lopes, do Avaí, foi o mais eficiente. Além de ter armado de forma interessante sua equipe, o ‘Delegado’ venceu o duelo particular com o ex-companheiro de Seleção Brasileira, o palmeirense Luiz Felipe Scolari, e com as duas vitórias nas duas últimas rodadas, colocou os catarinenses na 6ª posição na tabela.

Anúncios

Read Full Post »

Jorge Henrique

O Corinthians não se abalou com a pressão da torcida do Fluminense e precisou de apenas 16 minutos para garantir a classificação para a semifinal da Copa do Brasil. Com o Maracanã lotado, o Timão começou arrasador com gols de Chicão e Jorge Henrique, tomou um susto no segundo tempo, mas o empate em 2X2 deu a vaga aos comandados do técnico Mano Menezes.

Depois de perder por 1X0 no Pacaembu na partida de ida na semana passada, o Fluminense não desanimou e acreditou que a torcida seria decisiva no jogo de volta. Os torcedores não decepcionaram, lotaram o estádio e cumpriram a promessa de fazer uma bonita festa para empurrar o Tricolor Carioca.

Mas os cariocas só esqueceram de avisar o zagueiro Chicão e o atacante Jorge Henrique. No primeiro lance da partida, Chicão bateu uma falta com muita categoria a abriu o placar logo aos seis minutos. Dez minutos depois, Dentinho avançou pela direita e cruzou para a área. O atacante Jorge Henrique chegou primeiro que o goleiro Fernando Henrique e de joelho, ampliou a vantagem alvinegra.

O Maracanã se calou. As esperanças foram por água abaixo e só um milagre daria a classificação para o Fluminense. Com a enorme vantagem, o Corinthians recuou e o Tricolor não soube aproveitar. A equipe de Carlos Alberto Parreira não acertava o passe final e não levava perigo à meta de Felipe. De resto, o único lance expressivo do primeiro tempo foi uma maldosa entrada de Fred no zagueiro Willian. Digna de expulsão, mas não no conceito de Carlos Eugênio Simon que deu apenas o cartão amarelo para o atacante.

O Fluminense precisava fazer alguma coisa para mudar o panorama da partida. Parreira percebeu que essa era a única chance e ousou. Colocou em campo os jovens Alan e Dieguinho e os dois mudaram o jogo. Aos 16 minutos da etapa complementar, o atacante Alan chutou a bola no gol e Felipe defendeu parcialmente. Dois minutos depois as mudanças surtiram efeito. Conca chutou de fora da área e o goleiro corintiano rebateu de novo. Alan pegou o rebote e de cabeça diminuiu o placar.

Mais cinco minutos se passaram e de novo Conca fez ótima jogada, lançou para Thiago Neves e o camisa 10 empatou a partida, inflamando o Maracanã. O Fluminense tinha pouco mais de 20 minutos para fazer mais dois gols e o Corinthians para se defender. O gol baqueou o time de Mano Menezes que quase tomou o terceiro aos 27 minutos, após boa cabeçada de Fred e ótima defesa de Felipe.

Daí para frente, o Timão conseguiu conter o ímpeto dos cariocas e encaixou os contra-ataques novamente. Em um desses lances, Ronaldo quase fez o gol corintiano, mas Fernando Henrique defendeu com o pé. O Fluminense bem que tentou, mostrou valentia e lutou muito na segunda etapa, mas a vaga ficou com o time paulista. Nos dois confrontos, o Corinthians foi melhor no geral e mereceu a classificação. O próximo adversário é o Vasco e o Corinthians está perto de conquistar o tricampeonato da Copa do Brasil.

Read Full Post »